Entretenimento

Oito pessoas detidas em investigação do assassinato de jornalista em Malta

04/12/2017 07h52

Valetta, 4 dez 2017 (AFP) - Oito pessoas foram detidas em Malta na investigação do assassinato da jornalista e blogueira especializada no combate à corrupção Daphne Caruana Galizia, anunciou nesta segunda-feira o primeiro-ministro do país, Joseph Muscat.

Caruana Galizia, de 53 anos, foi assassinada em 17 de outubro na explosão de uma bomba colocada sob seu automóvel.

A jornalista revelou alguns dos aspectos mais sombrios da política maltesa e criticou o primeiro-ministro, o trabalhista Joseph Muscat, que foi o líder da oposição até recentemente.

Os oito detidos têm nacionalidade maltesa.

mx-fcc/fio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo