Topo

Entretenimento


Filantropo americano Charles E. Merrill Jr. morre na Polônia

2017-12-01T16:13:00

01/12/2017 16h13

Varsóvia, 1 dez 2017 (AFP) - O filantropo, escritor e bilionário americano Charles E. Merrill Jr. morreu aos 97 anos na Polônia, onde vivia há anos - informaram pessoas próximas.

Filho do fundador do banco Merrill Lynch, dirigiu a fundação humanitária Charles E. Merrill Trust. Ele havia visitado a Polônia várias vezes e acabou se instalando em Nowy Sacz, no sudeste do país.

Foi ali que conheceu sua segunda mulher, a americana Julie Boudreaux, professora de Inglês de uma escola local e 40 anos mais nova do que ele, disse à AFP a fundadora da Associação Educativa de Malopolska, Alicja Derkowska.

Charles Merrill, que morreu nesta quarta-feira (29), tinha dado apoio financeiro a essa organização, especialmente para sua escola independente, a primeira deste tipo na Polônia, cujo modelo foi estendido depois com sua ajuda pela Europa Oriental e pelos Bálcãs até o Azerbaijão.

Veterano da Segunda Guerra Mundial no norte da África, na Itália e na Alemanha, conhecido nos Estados Unidos pela luta contra a discriminação racial nas escolas e pela criação, em Boston, da Commonwealth School, também foi pintor e autor de vários livros, entre eles "The Trip to Paris" e "Emily's Year".

Dono de uma grande fortuna, ele morava entre Boston, o estado de New Hampshire e um modesto apartamento de sua esposa em Nowy Sacz.

Segundo um de seus amigos, o poeta e Prêmio Nobel de Literatura Czeslaw Milosz, ele parecia ter um prazer especial em se vestir e se comportar como se fosse pobre. Chegou a ser expulso de um hotel de luxo na Cracóvia por um barman, lembrou Milosz à revista DTS, de Nowy Sacz.

Uma cerimônia em sua homenagem está agendada para sábado em Nowy Sacz. A urna funerária com suas cinzas será, então, levada para os Estados Unidos, onde vivem os cinco filhos que teve com sua primeira mulher, que faleceu em 1999.

Mais Entretenimento