Topo

Entretenimento

Filantropo americano Charles E. Merrill Jr. morre na Polônia

01/12/2017 16h13

Varsóvia, 1 dez 2017 (AFP) - O filantropo, escritor e bilionário americano Charles E. Merrill Jr. morreu aos 97 anos na Polônia, onde vivia há anos - informaram pessoas próximas.

Filho do fundador do banco Merrill Lynch, dirigiu a fundação humanitária Charles E. Merrill Trust. Ele havia visitado a Polônia várias vezes e acabou se instalando em Nowy Sacz, no sudeste do país.

Foi ali que conheceu sua segunda mulher, a americana Julie Boudreaux, professora de Inglês de uma escola local e 40 anos mais nova do que ele, disse à AFP a fundadora da Associação Educativa de Malopolska, Alicja Derkowska.

Charles Merrill, que morreu nesta quarta-feira (29), tinha dado apoio financeiro a essa organização, especialmente para sua escola independente, a primeira deste tipo na Polônia, cujo modelo foi estendido depois com sua ajuda pela Europa Oriental e pelos Bálcãs até o Azerbaijão.

Veterano da Segunda Guerra Mundial no norte da África, na Itália e na Alemanha, conhecido nos Estados Unidos pela luta contra a discriminação racial nas escolas e pela criação, em Boston, da Commonwealth School, também foi pintor e autor de vários livros, entre eles "The Trip to Paris" e "Emily's Year".

Dono de uma grande fortuna, ele morava entre Boston, o estado de New Hampshire e um modesto apartamento de sua esposa em Nowy Sacz.

Segundo um de seus amigos, o poeta e Prêmio Nobel de Literatura Czeslaw Milosz, ele parecia ter um prazer especial em se vestir e se comportar como se fosse pobre. Chegou a ser expulso de um hotel de luxo na Cracóvia por um barman, lembrou Milosz à revista DTS, de Nowy Sacz.

Uma cerimônia em sua homenagem está agendada para sábado em Nowy Sacz. A urna funerária com suas cinzas será, então, levada para os Estados Unidos, onde vivem os cinco filhos que teve com sua primeira mulher, que faleceu em 1999.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento