Topo

Entretenimento

Jornalista é assassinado na Índia

22/11/2017 08h03

Nova Délhi, 22 Nov 2017 (AFP) - Um soldado matou um jornalista em uma base paramilitar do estado de Tripura, no nordeste da Índia, em circunstâncias pouco claras - anunciou a Polícia nesta quarta-feira (22).

Este é o terceiro assassinato de um profissional da imprensa na Índia nos últimos três meses.

Sudip Dutta Bhaumik, que trabalhava para um jornal bengali local, foi baleado quando estava no gabinete do comandante da base.

"Foi abatido por um soldado no escritório do comandante depois de uma discussão e de uma briga", disse à AFP o chefe da Polícia local, Abhijit Saptarshi.

O militar, que foi detido, alegou que a arma disparou sozinha durante a briga, indicou a fonte.

Nessa mesma região, morreu no final de setembro o repórter Shantanu Bhowmick, espancado quando cobria confrontos políticos.

No início de setembro, o assassinato da conhecida jornalista Gauri Lankesh, crítica dos nacionalistas hindus, abalou o país.

Ao todo, 43 jornalistas foram mortos na Índia desde o início dos anos 1990, segundo o Comitê para a Proteção dos Jornalistas da Índia.

A Índia está em 136º lugar no ranking mundial em matéria de liberdade de imprensa pela organização Repórteres sem Fronteiras.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento