Filmes e séries

Kevin Spacey revela que é gay e se desculpa por assédio sexual

Divulgação/Netflix
Kevin Spacey, astro de "House of Cards" Imagem: Divulgação/Netflix

30/10/2017 08h05

O ator americano Kevin Spacey, o "Frank Underwood" da série americana House of Cards, exibida pelo Netflix, veio a público pedir desculpas depois de ter sido acusado de assediar um ator adolescente há mais de trinta anos.

No mesmo pedido de desculpas, Spacey revela, pela primeira vez, ter tido relacionamentos com outros homens. E diz que "escolhe viver agora como um homem gay".

Leia também

As acusações contra Spacey foram feitas somente agora pelo ator da nova série "Star Trek: Discovery" Anthony Rapp que o acusou de tê-lo assediado sexualmente em uma festa em 1986. Na época, ele tinha 14 anos de idade. 

Divulgação
Anthony Rapp como Paul Stamets na nova série: "Star Trek: Discovery" Imagem: Divulgação
Em entrevista ao site "BuzzFeed News", o ator relatou que Spacey aparentava estar bêbado quando o suposto incidente ocorreu. Ele estava sentado na beira de uma cama, quando o vencedor do Oscar, hoje com 58 anos, entrou no quarto.

"Ele me carregou no colo como um noivo carrega a noiva. Mas eu não me afastei inicialmente, porque estava me perguntando: 'o que está acontecendo?'. Ele, então, se deitou em cima de mim", disse Rapp.

"Ele estava tentando me seduzir. Eu tinha noção de que ele estava querendo investir em mim sexualmente", acrescentou o ator, que disse ter conseguido ir ao banheiro e escapar.

Rapp explicou que se sentiu motivado a revelar a história após o escândalo envolvendo o poderoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein, acusado por mais de 50 mulheres de estupro e assédio sexual. Weinstein nega as acusações de sexo não consentido.

"Eu revelei a minha história, apoiado nos ombros das corajosos homens e mulheres que têm decidido falar", disse, no Twitter.

Em nota, Kevin Spacey, que tinha 26 anos quando o suposto incidente ocorreu, disse estar "horrorizado" pelo relato, e afirmou que não se lembra do encontro.

"Mas se eu tiver me comportado da forma como ele descreve, devo a ele as mais sinceras desculpas pelo que teria sido um comportamento etílico inapropriado".

Spacey afirmou ainda que "admira" Rapp. "Eu sinto muito pelos sentimentos que ele diz ter carregado por todos esses anos."
 

"Escolhi viver como gay"

O astro também fez revelações sobre a própria sexualidade, ao afirmar que já teve relacionamentos com homens e mulheres. 

"Essa história me encorajou a lidar com outras questões da minha vida. Eu sei que há histórias sobre mim por aí, algumas alimentadas pelo fato de eu ser tão cuidadoso com minha privacidade. As pessoas mais próximas a mim sabem que, na minha vida, tive relacionamentos com homens e mulheres", revelou.

"Amei e tive relacionamentos românticos com homens, ao longo da minha vida, e escolhi hoje viver como um homem gay. Quero lidar com isso de forma honesta e aberta, e isso começa comigo examinando meu próprio comportamento."

* Com informações da BBC

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Reuters
Roberto Sadovski
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento - Imagens
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo