Entretenimento

Google recorre contra multa recorde da UE por abuso de posição dominante

11/09/2017 10h10

Luxemburgo, 11 Set 2017 (AFP) - O Google recorreu contra a multa recorde anunciada em junho pela Comissão Europeia por abuso de posição dominante, anunciou à AFP o Tribunal de Justiça da União Europeia.

"O recurso de anulação foi apresentado", afirmou uma fonte do tribunal.

Em junho, o Executivo europeu multou o Google com 2,424 bilhões de euros por abusar de sua posição dominante e favorecer o seu comparador de preços Google Shopping em relação aos concorrentes.

Questionado pela AFP, o Google confirmou o recurso, mas não fez comentários. A Comissão Europeia informou que defenderia sua decisão na justiça.

O recurso do Google deixa ainda mais tensa a relação entre o gigante da internet e a Comissão Europeia, que vela pelo respeito à concorrência dentro do bloco.

A UE tem outros dois casos abertos contra o Google por abuso de posição dominante, um sobre sua plataforma publicitária AdSense e outro pelo sistema operacional para smartphones Android.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo