PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Cantor mexicano 'Julión' Álvarez admite conhecer 'capo' Raúl Flores

11/08/2017 00h41

México, 11 Ago 2017 (AFP) - O cantor mexicano Julio "Julión" Álvarez, que segundo o departamento americano do Tesouro tem vínculos com o narcotráfico, admitiu nesta quinta-feira que conheceu Raúl Flores Hernández, mas negou manter relações com o chefão das drogas.

Álvarez declarou em entrevista coletiva que quando conheceu Flores Hernández, ele se apresentou como "empresário" e "administrador" de um local chamado "La Camelia", no estado de Jalisco, onde o cantor realizou uma série de shows.

"Fui duas vezes ao La Camelia por intermédio de outras pessoas, jamais tive o celular dele (Flores Hernández). Diretamente ele não me contactou", assinalou Álvarez, 34 anos.

Julión Álvarez e o astro do futebol mexicano Rafael Márquez foram sancionados pelo departamento americano do Tesouro por envolvimento com a rede de narcotráfico liderada por Flores Hernández.

Os dois integram uma lista de 22 pessoas e 43 entidades sancionadas pelo governo americano por vínculos com o tráfico de drogas.

Raúl Flores Hernández, acusado de vínculo com os cartéis de Sinaloa e Jalisco Nueva Generación, foi detido no dia 20 de julho passado em Zapopan, estado de Jalisco.

Entretenimento