Topo

Entretenimento

TV pública do Japão se desculpa por camisa de Hitler

13/07/2017 20h41

Tóquio, 13 Jul 2017 (AFP) - A emissora japonesa NHK teve que se desculpar após as críticas sofridas pelo país por colocar no ar um ex-magnata que vestia uma camisa com a imagem de Hitler durante um programa, informaram nesta quinta-feira.

Takafumi Horie, fundador do provedor de Internet Livedoor, que passou dois anos na prisão por fraude, participou na quarta-feira do programa "Gogo Nama" vestindo uma camisa com a caricatura de Adolf Hitler acompanhada pelo símbolo da paz e a frase "NO WAR".

O caso provocou uma onda de críticas, pedidos de sua ida à prisão e mensagens nas redes sociais.

"A camisa é inapropriada", disse um telespectador, segundo um porta-voz da NHK.

O apresentador da emissora se desculpou ao fim do programa por aqueles que "ficaram incomodados".

Horie, autor de um livro intitulado "Meu combate", que evoca o "Minha luta" de Hitler, se defendeu no Twitter.

"Usei muitas vezes essa camisa que representa Hitler gritando 'não à guerra', com o símbolo da paz, mas tudo explodiu agora", tuitou.

"É impossível ver algo além de uma mensagem pela paz", continuou, acrescentando: "existem pessoas que não têm senso de humor".

kh-uh/anb/roc/cb/lr
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento