Entretenimento

Apneia do sono entre os fatores que causaram a morte de Carrie Fisher

17/06/2017 09h23

Los Angeles, 17 Jun 2017 (AFP) - Carrie Fisher, a eterna Princesa Lea de "Star Wars", morreu em função de uma apnei do sono e outros fatores não determinados, informou o médico legista chefe do condado de Los Angeles.

Um breve comunicado emitido também cita o uso de drogas e uma aterosclerose cardíaca, um acúmulo de placas de gordura nas artérias.

O departamento legista da polícia de Los Angeles afirmou que a causa da morte pode ser definida como indeterminada.

Fisher faleceu aos 60 anos durante um voo que ia de Londres a Los Angeles em 27 de dezembro de 2017, quatro dias após ser internada por sofrer um ataque cardíaco.

Em janeiro, as autoridades legistas afirmaram que a causa da morte havia sido uma parada cardíaca.

A mãe de Carrie, Debbie Reynolds, atriz da Época de Ouro de Hollywood e famosa por seu papel em "Cantando na Chuva", veio a falecer em 28 de dezembro de 2016 aos 84 anos, depois de sofrer um AVC, um dia após a morte da filha.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo