Entretenimento

Dinamarca acusa russos de hackear e-mails de ministério

24/04/2017 09h02

Estocolmo, 24 Abr 2017 (AFP) - O ministro dinamarquês da Defesa denunciou a "atitude muito agressiva" da Rússia após a publicação na noite de domingo de um relatório que revelou a invasão de e-mails por um grupo de hackers russos acusados de ingerência nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

"Isso é parte de uma guerra contínua neste âmbito, onde assistimos a uma atitude muito agressiva da Rússia", declarou à agência de notícias Ritzau o ministro da Defesa, Claus Hjort Frederiksen.

Segundo o relatório do Centro para a Cibersegurança, um grupo de hackers russos pró-Kremlin conseguiu invadir o e-mail de funcionários do ministério da Defesa em 2015 e 2016.

"Os e-mails hackeados não contêm segredos militares, mas evidentemente é grave", afirmou o ministro.

O APT28, um grupo acusado no relatório, está vinculado ao governo russo e o FBI e os serviços de segurança interior dos Estados Unidos consideram que está por trás das "ciberatividades prejudiciais" contra sites governamentais americanos.

Na Dinamarca, o Centro para a Cibersegurança revelou no início deste ano que "a ameaça de ciberespionagem contra as autoridades e das empresas dinamarquesas" era muito alto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo