Entretenimento

Homem que transmitiu assassinato pelo Facebook nos EUA se suicida

18/04/2017 17h12

Chicago, 18 Abr 2017 (AFP) - O homem procurado nos Estados Unidos por matar um idoso em Ohio e publicar o assassinato no Facebook cometeu suicídio nesta terça-feira, dando fim a três dias de intensas buscas por todo o país.

Localizado pela polícia próximo a Erie, na Pensilvânia, Steve Stephens, incluído na lista dos mais procuradores pelo FBI, "cometeu suicídio com um tiro" após uma breve perseguição, anunciou a polícia da Pensilvânia no Twitter.

O veículo, um Ford Fusion branco cuja descrição foi amplamente divulgada pela mídia, foi identificado às 11H00 locais (13H00 de Brasília) no estacionamento de um McDonald's próximo a Erie, informou o chefe da polícia de Cleveland, Calvin Williams, durante coletiva em Ohio.

No local, a Polícia rapidamente "deteve o carro" do suspeito e, naquele momento, o homem de 37 anos "provocou sua morte", explicou Williams.

Erie está situada a 160 km de Cleveland, onde Steve Stephens é suspeito de ter atirado e matado Robert Godwin, de 74 anos, pai de nove filhos, quando voltava para casa após o jantar de Páscoa.

Stephens gravou o vídeo de sua ação e o publicou no Facebook, junto com outro vídeo em que ameaçava matar mais pessoas, e afirmava que já havia assassinado outras 13 e que estava planejando o próximo crime.

- Compreender as motivações -As autoridades americanas lançaram, então, uma busca, primeiro em quatro estados e depois em nível nacional, e ofereceram 50.000 dólares para quem fornecesse qualquer informação que pudesse contribuir com sua prisão.

"Uma das prioridades era assegurar que Stephens não iria provocar mais vítimas", explicou Stephen Anthony, um agente do FBI que participava das buscas.

"A outra prioridade era prender Stephens são e salvo, mas, infelizmente, ele decidiu que não seria assim", acrescentou.

Williams indicou que a polícia tinha a intenção de interrogá-lo para traçar seu percurso desde domingo e, sobretudo, para compreender suas motivações.

"Queríamos verdadeiramente falar com ele para saber o motivo pelo qual ele fez o que fez", já que "pode haver outras pessoas em situação semelhante", declarou.

"Se há pessoas que estão em dificuldade ou que acredita que precisam de ajuda, falta que se comuniquem e avisem. Podem chamar a polícia, podemos enviar-lhes nossos especialistas em psiquiatria", explicou.

- Disponível para crianças -O chefe da polícia fez um pedido aos dirigentes políticos e aos encarregados de redes sociais para que atuem a fim de evitar a presença deste tipo de conteúdo on-line, disponível "para todo mundo", inclusive crianças.

"Nunca deve ser compartilhado", disse Williams. "Creio que todos aprendemos isto", acrescentou.

Um dos netos da vítima, Ryan Godwin, solicitou no Twitter que os internautas parem de divulgar o vídeo do assassinato em respeito ao seu avô.

O Facebook assegurou ter bloqueado a conta de Stephens 23 minutos antes de ter sido alertado sobre o conteúdo do vídeo e prometeu melhorar seus mecanismos para impedir a difusão deste tipo de imagem.

O fundador desta rede social, Mark Zuckerberg, afirmou que seu grupo fará todo o possível para evitar que tragédias como esta se repitam.

"Temos muito trabalho. Continuaremos fazendo tudo o que podemos para evitar este tipo de tragédia", indicou Zuckerberg nesta terça-feira, durante a abertura da conferência anual de desenvolvedores de aplicativos organizada pelo Facebook em San José, na Califórnia.

"Estamos, de todo o coração, junto à família e aos amigos de Robert Godwin", declarou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo