Entretenimento

Kendrick Lamar e Lorde mostram outra face no festival Coachella

17/04/2017 16h55

Indio, Estados Unidos, 17 Abr 2017 (AFP) - Kendrick Lamar mostrou seu alter ego de kung fu e Lorde encenou a estranheza de uma noite disco, ao apresentar canções novas no domingo no festival americano Coachella.

Ambos os artistas, cujos álbuns mais recentes lhes renderam prêmios Grammy, se apresentaram no final do primeiro fim de semana do prestigioso festival de música no deserto californiano.

Lamar foi elogiado como uma voz artística do movimento Black Lives Matter, mas o rapper deu uma inesperada guinada temática no Coachella, entrando no palco com uma bola de fogo e convidando o público a descobrir "a lenda de Kung Fu Kenny".

O personagem faz parte das letras do seu último disco, "Damn.", que foi lançado na sexta-feira. A multidão do Coachella aprendeu mais sobre o Kung Fu Kenny através de um vídeo que mostrou Lamar como um herói de ação.

Lamar se rodeou de imagens exóticas asiáticas, dançou com uma espada e fechou a apresentação com a palavra "Fim" em caracteres chineses brilhando em telões.

Independentemente do kung fu, o rapper não renunciou à militância política, tendo aberto tanto o seu show como seu álbum com um trecho da rede de notícias conservadora Fox News no qual "Alright", sua canção que denuncia a brutalidade policial, é criticada.

Lamar também apresentou "XXX.", uma canção do novo álbum que toca com o guitarrista do U2 e na que lamenta a violência de rua que acabou com a vida de muitos negros, e encerrou o show com outro lançamento, a balada "Love".

- Reaparição de Lorde -Lorde, que não se apresentava há mais de dois anos, exceto em um pequeno espetáculo prévio ao Coachella em uma cidade próxima, regressou com uma cativante peça de teatro musical que encena uma noite perambulando pela cidade.

Após substituir no palco a britânica Kate Bush, a neo-zelandesa de 20 anos olhou fixamente para o céu e em seguida começou a dançar como em um transe.

Lorde se transformou em uma sensação quando adolescente com a canção "Royals", e está perto de lançar seu segundo álbum, "Melodrama", em junho.

O álbum trata de "todos os altos e baixos de ter vinte e poucos anos, e especificamente de todos os altos e baixos de uma noite", disse Lorde ao público no festival, onde apresentou algumas das novas canções.

- Convidados especiais -Como já é habitual, o Coachella guardava algumas surpresas.

O compositor alemão de trilhas sonoras para o cinema Hans Zimmer cativou o público com um recital de piano das suas partituras para filmes como "Piratas do Caribe" e "Rei Leão".

Também se destacaram no domingo as apresentações do Future Islands, um grupo indie americano de synthpop, e do Hinds, uma banda feminina de pop indie de Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo