Entretenimento

Grafites virtuais para salvar cúpula de Brunelleschi em Florença

23/02/2017 17h34

Roma, 23 Fev 2017 (AFP) - A célebre cúpula da Catedral de Florença, realizada há 600 anos pelo grande arquiteto do Renascimento Filippo Brunelleschi, conta a partir desta quinta-feira com tablets para que os visitantes deixem seus grafites sem danificar as paredes de acesso.

"Bem-vindos à cúpula de Brunelleschi. Há séculos conservamos obras-primas, e a partir de hoje conservaremos sua mensagem digital para sempre, como uma obra de arte", diz o anúncio nos tablets dispostos nas escadas e corredores de acesso à cúpula.

Cansados de ver as intervenções de milhões de turistas nas paredes de monumentos históricos, os administradores de Florença (centro da Itália) tiveram a ideia de criar um aplicativo para tablets onde se pode escrever, pintar e rabiscar sem danificar as obras.

A ideia foi colocada em prática no ano passado no campanário de Giotto, na Santa Maria del Fiore, a Catedral de Florença, e já acumula 18.000 mensagens digitais.

O resultado foi tão satisfatório - só 10 rabiscos nas paredes, que foram imediatamente apagados - que os administradores decidiram instalar dois tablets nos acessos da cúpula.

Durante séculos, as paredes da escada de 463 degraus que levam a uma das maiores obras-primas da arquitetura estiveram cobertas por milhões de mensagens.

Para evitar que depois de uma longa e custosa restauração as paredes voltassem a ser danificadas, foi criado o aplicativo "Autography", explicou Alice Filipponi, responsável pelas redes sociais da Obra del Duomo, organização que gestiona a Catedral de Florença.

"A diferença agora é que as mensagens digitais passarão a fazer parte dos nossos arquivos, que têm séculos de existência", explicou.

O aplicativo permite que o visitante escolha uma zona de mármore ou de pedra, assim como a cor e o instrumento que deseja utilizar para deixar sua mensagem escrita ou desenho virtual.

As mensagens no site da Catedral (http://autography.operaduomo.firenze.it/), serão impressas e conservadas ao lado do contrato de Brunelleschi para construir a cúpula e das certidões de nascimento de Américo Vespucio e Lisa Gherardini, a modelo da Mona Lisa, entre outros documentos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo