Topo

Entretenimento

Parte do antigo Circo Máximo de Roma é restaurada e aberta ao público

16/11/2016 19h59

Roma, 16 Nov 2016 (AFP) - Uma parte do antigo Circo Máximo de Roma será aberta ao público na quinta-feira após sete anos de restauração, em um momento em que a Cidade Eterna se preocupa com a degradação dos seus monumentos históricos.

"É importante devolver à nossa cidade um lugar tão bonito", comemorou a prefeita da capital italiana, Virginia Raggi.

No Circo Máximo, uma arena de 600 metros de comprimento e 140 de largura, eram celebradas corridas de quadrigas que encantavam os romanos na Antiguidade.

Os imperadores investiram muito no Circo, que era o lugar por excelência do "consenso" político, indicou a arqueóloga responsável pela restauração, Marialetizia Buonfiglio.

O Circo Máximo ficou abandonado por muito tempo após a queda de Roma, e depois foi transformado no bairro de La Moletta, antes de suas centenas de habitantes serem despejados no período fascista de Benito Mussolini, nos anos 1930.

Apenas a extremidade noroeste do Circo foi restaurada nesta ocasião, mas toda a parte baixa do monumento se encontra intacta, segundo Buonfiglio, que espera revelá-la um dia ao público e aos turistas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento