Entretenimento

Justiça francesa abre investigação por roubo de joias de Kim Kardashian

12/10/2016 09h03

Paris, 12 Out 2016 (AFP) - O Ministério Público francês abriu uma investigação judicial pelo roubo de joias sofrido pela estrela de reality show americana Kim Kardashian no início de outubro em Paris, indicaram nesta quarta-feira fontes judiciais.

A investigação por "roubo armado em grupo organizado, associação para delinquir e sequestro" ficou a cargo de um juiz de instrução de Paris.

Na madrugada de 3 de outubro, Kardashian foi assaltada em uma luxuosa residência hoteleira de Paris, onde estava para acompanhar os desfiles da Semana de Moda da capital francesa.

Os cinco ladrões algemaram e amordaçaram Kardashian e depois roubaram joias no valor de nove milhões de euros.

A polícia encontrou vários vestígios de DNA na residência que estão sendo analisados, disse à AFP uma fonte próxima à investigação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo