Entretenimento

Semana de moda de Paris: Louis Vuitton e as tendências para o verão

05/10/2016 19h59

Paris, 5 Out 2016 (AFP) - O desfile da Louis Vuitton dominou os holofotes nessa quarta-feira (5), último dia da Semana de Moda parisiense, abalada pelo assalto à mão armada, no domingo, da famosa celebridade "fashionista" americana Kim Kardashian, que teve roubado um total de 9 milhões de euros.

Brilho, lingerie, rosado, inspirações nos anos 1980 com um toque "kitsch" de mau gosto para mudar as convenções: essas são as tendências para o verão das passarelas de Paris.

BrilhosApresentada na elegante Place Vendôme, onde a Louis Vuitton pretende abrir uma loja em 2017, a coleção criada por Nicolas Ghesquière é voltada para uma parisiense roqueira que ama brilhos.

Fluidos e assimétricos vestidos de jérsei e botinas integram o guarda-roupa dessa parisiense roqueira.

O estilista brincou com fendas inesperadas em um vestido, uma jaqueta e uma capa que deixam à mostra a parte superior do braço, do quadril, ou da coxa.

Um pulôver dourado, um vestido com estampa de serpente iridescente e uma jaqueta com lantejoula são alguns dos looks da passarela Vuitton.

Uma profusão de brilho também apareceu na coleção da marca Neith Nyer criada pelo brasileiro Francisco Terra, e na passarela da Kenzo, em que os estilistas Humberto Leon e Carol Lim se inspiraram na era disco, com tecidos brilhantes. Alguns looks adotaram formas marcadas e futuristas, e os vestidos curtos apareceram cobertos de paetês metalizados prontos para sair para dançar.

A mulher proposta por Guillaume Henry para o desfile da Nina Ricci usa jaqueta de veludo brilhante e um chamativo vestido de lantejoula em tons de violeta e magenta.

LingerieA roupa de baixo ganha os holofotes na Chanel em conjuntos de seda e renda, corpetes e saias delicadas, além de calças pijama. A lingerie também é tendência nas passarelas de Nina Ricci e Giambattista Valli, e o look pijama apareceu em vários desfiles, como na Lanvin e na Leonard.

Os sutiãs aparecem na Carven, decorados com renda. Na coleção da Saint Laurent criada por Anthony Vaccarello, as transparências deixam ver o busto, muitas vezes dissimulado por um blazer de smoking. As transparências aparecem também na primeira coleção para Dior da italiana Maria Grazia Chiuri, recém-chegada à criação da Valentino. Aparece visível também através de saias de tule no estilo bailarina e nos corpetes.

A Miu Miu veio com uma roupa de praia, batas confortáveis e suaves, camisas retrô e toucas de banho floridas.

50 tons de rosaAs passarelas viram a vida em rosa: a Hermès usou o tom em roupas e conjuntos utilitários, além do fúcsia em vestidos de cintura alta e smokings. O rosa também aparece nas coleções da Valentino, Kenzo e Ellery. Na Chanel, surgem delicados tons de rosa pálido, ou mais marcado, montando um guarda-roupa de extrema suavidade.

A segunda cor onipresente é o amarelo, especialmente nas passarelas de Rick Owens, Dries Van Noten e Alexis Mabille.

O fim do bom gosto?Em uma coleção sexy e muito anos 1980, em que um vestido de couro deixa um seio à mostra decorado com um pequeno coração prateado, Anthony Vaccarello reivindica uma dose de gosto duvidoso.

"Acredito que o próprio Yves Saint Laurent (...) não gostava da ideia de bom gosto", disse o belga em entrevista da revista Vogue.

"Podemos ser elegantes, tendo o par de sapatos, ou a cor nos lábios, equivocadas. Um deslize na mulher é o que faz a elegância, o que traz a emoção", completou.

E por que usar os dois sapatos da mesma cor? A Céline, marca conhecida pela elegância urbana e minimalista, recomenda usar uma botina vermelha e outra branca.

Phoebe Philo ousa associações de cores fortes e permite a volta das calças brancas finas com sandálias.

O kitsch é o jogo que Demna Gvasalia adora brincar em sua marca Vetements e apimenta a coleção da Balenciaga, que o tem também como diretor artístico.

Calças stretch que incluem os pés, em cores pop, ou com estampas floridas vintage, são usadas com jaquetas de ombros amplos, uma característica da marca, que também trouxe para passarela de Paris uma capa de látex com capuz.

Na passarela da Margiela, estranhas criaturas imaginadas por John Galliano desfilam com brincos de cristal que dão a ideia de duendes do espaço, e óculos de nadador, dando aparência de peixes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo