Topo

Entretenimento

Mulher da foto que virou símbolo do fim da II Guerra Mundial morre aos 92 anos

11/09/2016 07h45

Washington, 11 Set 2016 (AFP) - A mulher que aparece sendo beijada por um marinheiro em Nova York após o anúncio do fim da Segunda Guerra Mundial em uma fotografia simbólica e muito famosa faleceu aos 92 anos, informou no sábado o jornal New York Times.

Greta Zimmer Friedman não resistiu a uma pneumonia, informou o filho Joshua Friedman ao jornal.

Em 14 de agosto de 1945, a então estudante, com apenas 21 anos, recebeu um beijo apaixonado de um marinheiro em Times Square, Nova York, após o anúncio da rendição do Japão.

O fotógrafo Alfred Eisenstaedt captou o momento e a imagem foi publicada em página inteira na revista Life. A fotografia rapidamente se transformou em um símbolo do fim do conflito.

Um livro publicado em 2012 sobre a imagem icônica identificou o casal como Greta Zimmer Friedman e George Mendonsa.

Na realidade, os dois não se conheciam antes do beijo. Na foto, inclusive, é possível observar aquela que seria a futura esposa de George Mendonsa, Rita Mendonsa, que sorri atrás do pretendente.

Em 2005, em uma entrevista para o projeto histórico dos veteranos americanos, Friedman explicou que só viu a fotografia nos anos 1960, quando observava um álbum de fotos de Eisenstaedt.

"Não tenho certeza de que foi realmente um beijo (...) era apenas alguém que estava comemorando o fim da guerra", disse.

"Não foi um momento romântico. Foi apenas um gesto para celebrar o fim da guerra", completou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento