Entretenimento

2 milhões de cópias do texto teatral de Harry Potter são vendidas em 2 dias

De Londres (Inglaterra)

03/08/2016 19h09

O texto "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" está batendo recordes de venda para uma peça teatral no Reino Unido e na América do Norte, embora esteja longe dos números obtidos pelo último livro da saga de J. K. Rowling.

Publicado na noite de sábado (30) no Reino Unido, nos Estados Unidos e no Canadá, foram vendidos "mais de dois milhões de exemplares na América do Norte nos dois primeiros dias", informou a editora americana Scholastic em um comunicado.

São vendas "sem precedentes para uma peça teatral", acrescentou a editora.

No Reino Unido, 680.000 exemplares foram comprados nos três primeiros dias, segundo a editora britânica Little Brown.

"Nossas vendas do livro foram fenomenais. Tivemos os melhores números no primeiro dia desde a publicação, em 2007, de 'Harry Potter e as relíquias da morte'", de acordo com um representante da rede de livrarias britânica Waterstones, apresentando o fenômeno como "a melhor em vendas do ano".

São cifras invejáveis, mas que estão longe dos recordes obtidos pelo sétimo e último romance da série do bruxinho. Nas primeiras 24 horas de seu lançamento em julho de 2007, Harry Potter vendeu 2,65 milhões de exemplares no Reino Unido e 8,3 milhões nos Estados Unidos.

A peça, escrita por J. K. Rowling com o dramaturgo Jack Thorne e com o diretor teatral John Tiffany, apresenta um Harry Potter casado e pai de três filhos, 19 anos depois dos episódios ocorridos no último livro.

Dividida em duas apresentações de 2h30 cada uma, a peça está em cartaz no Palace Theatre de Londres desde sábado. Bastante favoráveis, as críticas confirmam que a obra será, provavelmente, um sucesso comercial.

Ao todo, dos sete livros da saga venderam-se mais de 450 milhões de exemplares no mundo todo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo