Entretenimento

Queijo de 340 anos é descoberto em navio naufragado no litoral sueco

28/07/2016 11h15

Estocolmo, 28 Jul 2016 (AFP) - Os mergulhadores que acharam os restos do "Kronan", um navio de guerra afundado em 1676 em frente ao litoral sueco, esperavam achar moedas, diamantes e estátuas, mas acabaram encontrando um tesouro mais fascinante: um queijo.

A misteriosa pasta, com odor de levedura e roquefort, e uma textura parecida com a de foie gras, foi descoberta dentro de um recipiente fechado hermeticamente.

"Acreditamos que é um produto lácteo. E, ao contrários dos outros, este tem um odor bastante agradável", comentou Lars Einarsson, chefe da missão de exploração.

As condições nas quais o queijo foi achado são ótimas: o Mar Báltico tem pouco sal e o recipiente está sepultado sob uma camada de sedimentos, uma espécie de "capa de cerâmica", que o preservou da corrosão durante séculos, segundo o arqueólogo.

O queijo do "Kronan", um navio que explodiu durante uma batalha naval entre a frota sueca e a marinha dinamarquesa-holandesa, será analisado pela Universidade Agrícola de Uppsala, perto de Estocolmo.

O "Kronan" foi descoberto em 1980 por Anders Franzen, e nos últimos anos os exploradores retiraram cerca de 30.000 peças, entre canhões, cofres, malas, diamantes, moedas de ouro e, inclusive, farinha e vinho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo