PUBLICIDADE
Topo

Centenas de jornalistas no Irã recebem ameaça anônima

02/07/2016 11h36

Teerã, 2 Jul 2016 (AFP) - Centenas de jornalistas no Irã receberam uma mensagem de texto anônima na qual são advertidos sobre não manter contato com "elementos hostis baseados no exterior", informou a agência Isna neste sábado (2).

"Todo contato e colaboração com elementos hostis baseados no exterior, por e-mail ou outros métodos de comunicação, é um crime e será levado à justiça. Esta mensagem de texto é a última advertência", afirma a mensagem.

Segundo os meios de comunicação locais, aproximadamente 700 jornalistas e atores sociais receberam esta mensagem de texto na quinta-feira à noite.

O deputado moderado Ali Motahari disse que esta mensagem gerou "preocupação entre os jornalistas".

"A polícia cibernética e o Ministério de Inteligência devem encontrar a origem destas mensagens, informar a população e a justiça deve atuar contra os responsáveis", disse a agência Isna.

Segundo a lei, todo contato com os meios de comunicação em persa baseados no exterior, incluindo a BBC em persa ou o Voz da América (VOA), está proibido.

Em abril, a justiça condenou quatro jornalistas presos em novembro de 2015 com sentenças de cinco a dez anos de prisão por "conivência com governos estrangeiros e destruição da segurança nacional".