Entretenimento

EUA: Gawker declara falência e é vendida após condenação por vídeos sexuais

10/06/2016 20h33

Nova York, 10 Jun 2016 (AFP) - O grupo Gawker Media declarou falência nesta sexta-feira após ser condenado a pagar 140 milhões de dólares por divulgar vídeos sexuais do lutador Hulk Hogan, após um julgamento instigado por um magnata do Vale do Silício.

Depois de pedir nesta sexta-feira o amparo na lei de falências, Gawker disse ter acordado a venda de seus sete marcas ao grupo americano Ziff Davis.

O destino da a Gawker se precipitou quando no começo do ano foi condenado por divulgar vídeos que mostravam o lutador Hulk Hogan tendo relações sexuais com a esposa de um amigo.

O caso ganhou uma repercussão ainda maior quando o magnata do Vale do Silício, Peter Thiel, admitiu ter financiado o processo contra Gawker por divulgar essas imagens.

Thiel disse que a Gawker virou inimigo declarado depois que o grupo o expôs como homossexual.

Thiel disse no mês passado que está trabalhando com advogados para encontrar e ajudar "vítimas" das publicações da Gawker; entre elas, Valleywag, que revelou sua homossexualidade em 2007.

bur-rl/dw/gm /ja/cc/mvv

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo