PUBLICIDADE
Topo

Preço recorde de US$ 63 milhões por um diamante bruto de 813 quilates

09/05/2016 09h48

Estocolmo, 9 Mai 2016 (AFP) - A empresa de mineração canadense Lucara Diamond anunciou nesta segunda-feira que vendeu ao preço recorde de 63 milhões de dólares um diamante bruto de 813 quilates, antes da venda esperada de outra pedra ainda maior.

Nunca um diamante bruto havia alcançado um preço tão elevado, afirma a Lucara em um comunicado publicado na Suécia, onde fica seu acionista de referência.

O nome do comprador da pedra encontra em Botsuana e batizada "A constelação" não foi divulgado, como tampouco as condições da venda realizada pela empresa Nemesis International.

O recorde provavelmente será de curta duração, pois a Lucara pretende oferecer ao melhor preço um diamante de 1.109 quilates no dia 29 de junho em um leilão organizado em Londres pela Sotheby's.

Este outro diamante bruto, denominado "Lesedi La Rona", foi descoberto em novembro na mesma mina de Karowe, em Botsuana. É o maior desde o Cullinan, um diamante de 3.106 quilates encontrado na África do Sul em 1905.

Em outubro do ano passado, o magnata da construção de Hong Kong Joseph Lau pagou 48,4 milhões de dólares pelo "Blue Moon", um diamante azul de 12,03 quilates, em outra venda organizada pela Sotheby's.

hh/fp

SOTHEBY'S