Entretenimento

DiCaprio e Iñárritu revelam desafio de gravar 'O Regresso'

18/01/2016 22h37

Paris, 19 Jan 2016 (AFP) - O ator Leonardo DiCaprio relatou nesta segunda-feira, em Paris, o desafio que foi gravar o western "O Regresso", filme que recebeu 12 indicações para o Oscar.

DiCaprio e o diretor mexicano Alejandro González Iñárritu concederam uma entrevista coletiva sobre as gravações do filme, nas montanhas rochosas do Canadá e no sul da Argentina.

"Desde a primeira tomada, após semanas de ensaios, (González Iñárritu) colocou o sarrafo tão alto que depois tivemos que manter um nível nas filmagens que foi incrivelmente desafiador", contou o ator, de 41 anos.

DiCaprio interpreta o caçador canadense Hugh Glass, que, na conquista do Oeste, foi enterrado vivo por seus companheiros de caça após ser atacado por um urso, em uma história de vingança e sobrevivência.

A cena do ataque do urso foi descrita por DiCaprio como "uma peça cinematográfica sem precedentes" na história do cinema. Por seu realismo, o espectador "sente literalmente os elementos naturais (...) e vê algo que não deveria estar olhando".

González Iñárritu e seu diretor de fotografia, Emmanuel Lubezki, recorrem a imagens computadorizadas (CGI), mas com tal sutileza que fica difícil acreditar que não são reais.

"O pouco que usamos da CGI neste filme foi para tornar a atmosfera mais pesada" e dar mais realismo ao ataque do urso, explicou DiCaprio.

DiCaprio não poupou elogios a González Iñárritu: "você quer um diretor que crie uma experiência de filmagem única, que pense em cada quadro do filme, que consegue algo absolutamente autêntico".

- O homem e a natureza -Segundo o ator, as condições de filmagem no frio canadense foram particularmente duras.

"Penso que todos subestimamos o que seria esta experiência. Rodamos em plena natureza, em lugares remotos, em condições climáticas extremas (...), o que fez desta filmagem uma das minhas experiências profissionais mais duras", reconheceu.

"A poesia da paisagem" é, segundo DiCaprio, um elemento fundamental no filme, assim como a capacidade da natureza para tirar a vida do protagonista e também para permitir que sobreviva.

O filme aborda o choque de culturas entre o homem branco e as comunidades indígenas, causa de muitos "problemas e de ignorância" em sua interação, segundo González Iñárritu.

O diretor disse que, com "O Regresso", quis conseguir "uma experiência de imersão sensorial para que o público possa, literalmente, se fundir fisicamente" na realidade descrita.

Iñárritu, de 52 anos, busca sua segunda estatueta de Melhor Direção, depois de vencer no ano passado com "Birdman (ou A Inesperada Virtude da Ignorância)".

"O Regresso" disputará o Oscar de Melhor Filme contra "A Grande Aposta", "Ponte dos Espiões", "Brooklyn", "Mad Max: Estrada da Fúria", "Perdido em Marte", "O Quarto de Jack" e "Spotlight - Segredos Revelados".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo