Topo

Entretenimento

Angelos Tzortzinis, da AFP, o melhor fotógrafo de agência de 2015 para a Time

30/11/2015 14h43

Nova York, 30 Nov 2015 (AFP) - A revista Time escolheu nesta segunda-feira o repórter fotográfico da AFP, Angelos Tzortzinis, como o melhor fotógrafo de agência de notícias de 2015 por seu trabalho na Grécia sobre a crise econômica e migratória.

Esta é a quarta vez, desde 2010, que um fotógrafo da AFP recebe esta distinção da Time.

"Sua cobertura da crise econômica e da de refugiados foi excepcional", escreveu a publicação sobre o trabalho de Tzortzinis, de 27 anos.

O fotógrafo freelancer grego, que trabalha para a AFP desde 2007, cobriu durante seis anos a crise de seu país.

Foi testemunha da violência que agitou as ruas e, desde a primavera (no hemisfério norte) de 2015, fotografa os migrantes que transitam por seu país.

"Suas fotos da crise econômica, geralmente tiradas no coração dos protestos, mostram como é forte o impacto nas pessoas comuns das decisões adotadas em salas de reunião de Paris, Berlim e Bruxelas", destaca a Time.

"Através de suas fotos para a AFP, Angelos Tzortzinis foi uma testemunha externa dos dramas que sacudiram a Grécia em 2015, incluindo a crise migratória", afirmou Emmanuel Hoog, presidente da France-Presse.

Angelos Tzortzinis começou sua carreira como fotógrafo independente, chegando à AFP em 2007 como freelance. Desde 2010 também colabora regularmente com o New York Times, tendo coberto a atualidade em vários países do Oriente Médio e na Ucrânia

Seu trabalho foi publicado na Time, Newsweek e The New York Times, e expôs nas edições de 2012 e 2013 do Festival Visa da Imagem de Perpiñán e no Festival Lumix para Jovens Fotojornalistas, na Alemanha.

Em 2014, Time distinguiu o fotógrafo turco Bulent Kiliç por sua cobertura dos acontecimentos na Ucrânia, Turquia e Síria. Em 2012 foi a vez do fotógrafo italiabo Marco Longari, por seu trabalho na Síria, Egpto, Cisjordânia e Gaza. Em 2010, o fotógrafo brasileiro Mauricio Lima foi premiado por sua cobertura da guerra do Afeganistão.

Além disso, dois fotógrafos da AFP ganharam o prestigioso Prêmio Pulitzer: Massoud Hossaini em 2012 e Javier Manzano em 2013.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento