Entretenimento

Polícia invade jornal de oposição na Turquia

11/11/2015 23h58

Istambul, 12 Nov 2015 (AFP) - A polícia turca realizou uma batida na noite desta quarta-feira na sede de um dos principais jornais da oposição, em Istambul, revelou a imprensa local.

Escoltados pela polícia de choque, cinco agentes e dois advogados inspecionaram, por ordem de um tribunal, a sede do jornal Zaman, do imã Fetula Gulen, inimigo do presidente islâmico conservador Recep Tayyip Erdogan, com o objetivo de verificar" se outro jornal, "pirata", era impresso no local.

O jornal em questão, Bugun, o diário Millet e dois canais de televisão, todos pertencentes ao holding Koza-Ipek, foram colocados no mês passado sob tutela judicial, em uma polêmica decisão.

Como o Zaman, o grupo Koza-Ipek tem reputação de afinidade com o imã Gulen, que dirige dos Estados Unidos uma influente rede de escolas, ONGs e empresas.

Erdogan declarou guerra ao imã Gulen no final de 2013, em meio a um escândalo de corrupção que envolveu vários de seus assessores, e desde então tem multiplicado as iniciativas judiciais contra as "redes gulenistas".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo