Entretenimento

Muro com frisos de figuras humanas de 1.500 anos é descoberto no Peru

08/11/2015 14h11

Lima, 8 Nov 2015 (AFP) - Um grupo de arqueólogos descobriu no santuário da Lua, na região de Liberdade (norte do Peru), um muro da cultura pré-espanhola Moche de 1.500 anos, onde se destacam frisos de figuras humanas, informou o diário El Comercio neste domingo.

As figuras de 1,60 metro de alturas estão de mãos dadas sobre um fundo e levam em suas cabeças um adorno parecido com o da Senhora de Cao, a governante moche que acredita-se teria governado o norte do Peru no século IV d. C., e cujo corpo está no museu de mesmo nome em Liberdade, informou ao El Comercio Ricardo Morales, diretor do Projeto Arqueológico Santuário de Moche.

A cultura Moche ou também chamada cultura Mochica desenvolveu-se entre o século 100 e o 700 d. C. na atual província de Trujillo. Foi possível saber mais sobre essa cultura pré-inca pelos descobrimentos de alguns túmulos intactos de seus governantes e senhores, como a do Senhor de Sipan (governante do século III) e a Senhora de Cao.

O muro encontrado pelos especialistas apresenta dez figuras humanas e supõe-se que foi um lugar altamente sagrado pelo antigos habitantes, declarou Morales.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo