Entretenimento

Mais duas mulheres acusam Bill Cosby de abuso sexual

Ethan Miller/Getty Images
O ator Bill Cosby foi novamente acusado de abuso sexual Imagem: Ethan Miller/Getty Images

De Nova York, EUA

23/10/2015 20h35

Mais duas mulheres se somaram nesta sexta-feira (23) às acusações contra o comediante americano Bill Cosby de estupro e abuso sexual, e a advogada das vítimas revelou que novos casos podem surgir.

Mais de 50 mulheres já denunciaram publicamente terem sido vítimas de abuso por parte do pioneiro comediante afro-americano, protagonista da aclamada série de TV dos anos 1980, "The Cosby Show".

Os advogados do ator têm negado repetidamente qualquer mau feito de parte do cliente, de 78 anos, que caiu em desgraça por acusações de abusos sexuais que teriam ocorrido ao longo de quatro décadas.

Uma mulher que se identificou apenas como Dottye revelou que era uma aspirante a atriz em 1984, quando, aos 30 anos, fez um teste para Cosby na casa do ator, em Nova York.

Ela contou que o comediante empurrou uma bebida em suas mãos e disse que seria para acalmá-la. Ela deu alguns goles e lembrou ter ouvido dele: "Relaxe, nós vamos fazer um exercício" e começou a sentir a sala ao seu redor girar.

"Fiquei tonta, desorientada e enjoada. Em questão de segundos, comecei a vomitar em mim mesma e sobre o tapete", revelou a mulher, em coletiva de imprensa.

Segundo ela, Cosby tirou suas roupas e a levou para o piso superior para limpá-la em um banheiro, antes de estuprá-la em um corredor.

"Ele se recostou sobre meu peito, levantou meu vestido e me estuprou. Depois, Cosby me levou para a sala de jantar e me deitou no chão, onde continuou com as agressões", revelou.

"Eu não podia acreditar que o homem a quem respeitava como ator e educador estava fazendo aquilo comigo. Eu não podia entender porque não conseguia lutar contra ele", acrescentou.

Apesar do ocorrido, Dottye contou ter aceitado o convite de Cosby para assistir às gravações, pois como atriz queria aprender e mostrou aos jornalistas uma jaqueta do programa com seu nome bordado que contou ter ganhado do astro da TV.

Outra mulher, Donna Barrett, disse ter conhecido Cosby em abril de 2004 em uma reunião na universidade da Pensilvânia. Ela contou que enquanto posava para uma foto, Cosby a abraçou fortemente pelas costas e a aproximou de seus genitais.

A mulher mostrou uma foto em que Cosby aparece com os braços ao redor dela. "Ele me apertou contra seu corpo, sem o meu consentimento ou desejo", contou a mulher, que disse ter se queixado às autoridades, mas que "ninguém soube o que fazer".

A advogada Gloria Allred, que representa as vítimas, contou que outras mulheres se somariam às denúncias.

Desde novembro de 2014, Cosby está mergulhado em um escândalo de acusações de abuso sexual, apesar de ter negado categoricamente todas as denúncias.

Até agora, nenhuma outra das mulheres que o acusaram pôde acionar judicialmente o ator porque os crimes já prescreveram.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Entretenimento

Topo