Entretenimento

Oculus que iniciar a era da realidade virtual

08/10/2015 11h20

San Francisco, 8 Out 2015 (AFP) - A Oculus VR, fabricante de óculos de realidade virtual comprada pelo Facebook, surpreendeu o mercado de softwares com a promessa de fundar uma "era da realidade virtual" e uma aliança com a potência da televisão por streaming Netflix.

"Acreditamos que quanto mais poder as pessoas têm de compartilhar todos os tipos de diferentes coisas no mundo, melhor o mundo será", disse o fundador e dono do Facebook Mark Zuckerberg à plateia que lotava a apresentação da Oculus VR em Los Angeles há alguns dias.

"Depois do vídeo, o próximo passo lógico é a realidade virtual totalmente imersiva", ponderou.

A rede social comprou a Oculus VR no ano passado pela bagatela de 2 bilhões, saudando a realidade virtual como a nova geração de plataformas computacionais que permitirá que as pessoas viajem para novos lugares.

"Foi como ser teletransportado para algum outro lugar só de colocar a máscara", disse Zuckerberg, ao contar como foi a primeira vez que ele testou um protótipo do dispositivo de realidade virtual Rift no escritório da Oculus.

"Foi tão bom que eu não queria mesmo sair. Estava diante da nova plataforma de tecnologia".

O primeiro óculos de realidade virtual Rift está no prelo para ser lançado no primeiro semestre do ano que vem, logo seguido pela estreia de controladores Oculus Touch projetados para permitir que as pessoas interajam com os diferentes 'mundos'.

Asus, Dell e Alienware vão lançar uma linha de computadores pessoais com processadores e gráficos configurados para a realidade virtual do Rift - levando um selo de "Oculus Ready," segundo vice-presidente de produtos Nate Mitchell.

A Oculus ainda irá revelar quanto irá cobrar pelos óculos Rift, mas disse que os computadores Oculus Ready chegarão ao mercado com preços abaixo de 1.000 dólares (cerca de R$ 4.000).

"Este é um momento único onde podemos criar algo que vai inspirar milhões de pessoas...algo que vai mudar suas vidas para sempre", afirmou o CEI da Oculus, Brendan Iribe.

"Este é o nascimento da era da realidade virtual".

Preços para a massaEm parceria com o Oculus Mobile, o dispositivo de realidade virtual Samsung Gear VR já está no mercado.

Uma versão melhorada vai ser lançada nos Estados Unidos em novembro custando 99 dólares (cerca de R$ 399), segundo Peter Koo, presidente da Samsung.

"Estamos realmente falando em realidade virtual portátil", disse o CEO Brian Iribe sobre o Gear VR.

Koo explicou que o preço deve ser acessível o suficiente para tornar realidade virtual "mainstream".

As pessoas já estão compartilhando vídeos em 360 graus e jogam jogos imersivos usando fones de ouvido usando o aparato Gear VR, que permite usar os smartphones da empresa coreana como tela de exibição.

O novo modelo Gear VR model é 22% mais leve do que o antecessor, mais confortável para usar e aperfeiçoou seus controles, segundo Koo. O hardware funciona com a versão deste ano dos smartphones Galaxy.

De olho nos 'gamers'A Oculus tomou como alvo direito os amantes de jogos de vídeo, trabalhando com grandes estúdios e fabricantes de jogos para imergir os jogadores em mundos virtuais.

A Oculus Arcade será a zona de testes e downloads de jogos, e inclui parceiros como Sega e Warner Brothers e jogos clássicos que vão de Pac-Man a Sonic the Hedgehog.

O popular jogo online Minecraft, do estúdio sueco Mojang, vai entrar na realidade virtual com o lançamento do Rift no ano que vem, segundo o fundador da Oculus Palmer Luckey.

As capacidades pro cinema da Oculus foram ampliadas e os usuários de realidade virtual poderão entrar em jogos transmitidos pela empresa de streaming de videogames Twitch, propriedade da Amazon.

A Oculus também anunciou uma parceria com a Netflix para transmitir vídeos em 360 graus que permitirá aos espectadores mudar de perspectiva como se estivessem no meio de uma ação na tela. O novo conteúdo da Netflix adaptado ainda será lançado.

Um aplicativo da Netflix desenvolvido para o Samsung Gear VR permite aos assinantes do serviço de streaming de vídeos "ter a experiência do Netflix com o conforto de um sofá virtual" onde quer que estejam com os óculos, afirmou o presidente da Netflix, Anthony Park.

O aplicativo traz uma Sala de Estar do Netflix, onde as pessoas assistem programas pensados para a visualização imersiva, segundo Park.

"Apesar de toda a conversa sobre os jogadores hardcore e metaversos abstratas, um monte de gente quer assistir a filmes e shows em realidade virtual", disse o diretor de tecnologia da Oculus, John Cormack.

gc/mbe/ec/mm

Facebook

Netflix

Samsung

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo