Entretenimento

EUA são uma nação destruidora, segundo Gérard Depardieu

08/10/2015 11h31

Paris, 8 Out 2015 (AFP) - O ator francês Gérard Depardieu, que se declara russo de coração, deu uma entrevista aos jornalistas de seu novo país e não usou de meias palavras para emitir sua opinião sobre os Estados Unidos.

"Os Estados Unidos? É um povo que não para de destruir os outros. Brigam entre si, massacraram os índios, depois instauraram a escravidão e logo fizeram a guerra de secessão", declarou o famoso e polêmico ator.

"Foram os primeiros a usar a bomba atômica. Em todos os lugares onde passam, fazem 'cagada'. Prefiro ser russo", completou Depardieu, que obteve a cidadania russa há mais de dois anos graças a uma intervenção direta do presidente Vladimir Putin.

"E se os europeu parassem de ouvir os norte-americanos, isso me faria muito feliz", declarou ainda o ator antes de entrar em cena no teatro moscovita para interpretar, com Fanny Ardant, "La Musica Deuxième", uma obra de Marguerite Duras.

Monstro sagrado do cinema francês, Gérard Depardieu, de 66 anos, muitas vezes chama a atenção da mídia com suas explosões frequentes, como quando em 2012 anunciou que devolveu seu passaporte francês para protestar contra a tributação que o governo socialista aplicava na França aos mais ricos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo