Topo

Entretenimento

Alemão será primeiro estrangeiro a dirigir Museu Britânico em 150 anos

29/09/2015 09h04

Londres, 29 Set 2015 (AFP) - O historiador de arte alemão Hartwig Fisher foi nomeado nesta terça-feira novo diretor do Museu Britânico de Londres, convertendo-se no primeiro estrangeiro a dirigir a prestigiada instituição em 150 anos.

Fischer, que é atualmente diretor-geral das coleções estatais de arte de Dresden, no leste da Alemanha, assumirá o posto na primavera de 2016, anunciou o Museu Britânico em um comunicado.

Sua nomeação foi confirmada pelo primeiro-ministro David Cameron e responde à aposentadoria em dezembro do atual diretor, Neil MacGregor.

Fischer será o vigésimo diretor do Museu Britânico desde que ele foi fundado, em 1756, e o primeiro estrangeiro desde que o italiano Antonio Panizzi ocupou o cargo, entre 1856 e 1866.

Este museu de Londres é a atração turística mais visitada do país, recebendo quase 6,7 milhões de pessoas em 2014.

"Nunca sonhei que seria convidado a dirigir esta grande instituição britânica", disse Fischer, ressaltando "o que o Museu Britânico representa, não apenas para o Reino Unido, mas para o mundo inteiro". "É uma honra", sentenciou.

O presidente da fundação do Museu Britânico, Richard Lambert, disse que Fisher é "um dos diretores de museu mais destacados do mundo".

"Não é apenas um grande acadêmico, também é um administrador experiente e um talentoso linguista de reputação mundial por sua capacidade para reconsiderar e representar as grandes coleções", acrescentou.

Fischer foi nomeado em 2010 diretor das coleções estatais de arte de Dresden, que compreendem 14 museus e que constituem uma das melhores coleções de arte da Alemanha.

Estudou história da arte, história e arqueologia clássica em Bonn, Berlim, Roma e Paris, e tem um doutorado em filosofia pela Universidade de Bonn.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento