Entretenimento

Ilusão de óptica deixa icônico Obelisco de Buenos Aires sem sua ponta

21/09/2015 13h04

Buenos Aires, 21 Set 2015 (AFP) - O tráfego estava mais lento que de costume nesta segunda-feira no centro de Buenos Aires porque os motoristas dos veículos passavam lentamente por sua avenida mais ampla para constatar que o Obelisco, ícone da capital argentina, estava sem sua ponta, graças a uma ilusão de óptica.

"Advertimos aos que vão ao centro nestas horas da manhã que o tráfego está mais lento que de costume devido à curiosidade despertada pelo pedaço do Obelisco que pegaram", avisou o comentarista de uma rádio local.

Uma réplica da ponta do monumento mais emblemático da cidade apareceu no domingo na Esplanada do Museu de Arte Latino-Americano de Buenos Aires (Malba), a quatro quilômetros de seu local original. Ali os visitantes podiam conhecer seu interior e olhar pelas janelas como se estivessem realmente a 70 metros de altura.

Trata-se da intervenção 'A democracia do símbolo', primeira obra 'site-specific' de Leandro Erlich (Buenos Aires, 1973) na Argentina, que tomou este ícone como eixo central de um projeto de arte pública monumental.

"Me interessa gerar projetos nos quais a arte escape às fronteiras dos centros convencionais de exibição e se inclua na ordem do dia", explicou o artista em um comunicado divulgado pelo Malba.

Segundo Erlich, "a relação das cidades com os monumentos e com o que significa visitá-los, porque não são apenas os turistas que o fazem, tem a ver com a apropriação, com o orgulho, com o pertencimento. E o Obelisco na Argentina é um monumento que nunca foi pensado para ser visitado", acrescentou.

Por esta razão, e graças a um efeito visual que esconde a ponta do Obelisco, deixando-o com um topo plano, Leandro Erlich ficou obcecado em oferecer a possibilidade de visitar seu interior e descobrir sua vista aérea pela primeira vez desde sua fundação, em 1936.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo