Entretenimento

Kanye West apresenta estilo Star Wars na Semana de Moda de Nova York

16/09/2015 17h50

Nova York, 16 Set 2015 (AFP) - Após declarar uma improvável candidatura para a presidência dos Estados Unidos, Kanye West roubou a cena na Semana de Moda de Nova York, ao apresentar a segunda edição de sua coleção de estilo Star Wars inspiradas no militarismo, e ao lançar uma nova música.

Sua esposa grávida e estrela de 'reality show' Kim Kardashian, acompanhada da filha de dois anos, North - que chorava durante a estreia do pai na moda na última estação - estavam na primeira fila entre a rainha da Vogue Anna Wintour e o diretor criativo da Givenchy, Riccardo Tisci.

O rapper canadense Drake, que apareceu afetuoso com Serena Williams nos bastidores de seu desfile na terça-feira, também esteve entre o público, e a cunhada, também celebridade de 'reality show', Kylie Jenner estava entre as modelos que desfilaram na passarela.

Mas não foi um desfile clássico. Ao contrário, modelos marchavam em formação militar em silêncio absoluto, além de um oficial gritando ordens para elas andarem ou virarem.

Kanye West revisitou collants, bodies, e meias-calça que caracterizaram a primeira estação de sua linha - patrocinada pela Adidas - e ainda não disponível nas lojas de varejo.

As mulheres Yeezy da primavera-verão 2016 são figuras andróginas equipadas com botas de combate cinza, collants cavados, combinando meias-calça e longas túnicas masculinas e jaquetas de estilo militar.

Bonés e moletons marcaram presença. Os cabelos eram penteados para trás e a maquiagem tinha os olhos carregados. Sob a faixa de iluminação os tons do deserto - verde, laranja, amarelo e bronze - apareciam translúcidos e muito pálidos.

Para os homens, longos sobretudos pretos e cinzas, que pareciam casacos da Primeira Guerra Mundial, com mais botas de combate.

Foi um desfile com atitude e pretensão, propondo ser subversivo. Um modelo na passarela parecia fumar um cigarro, apesar das restrições ao fumo em Nova York.

Nas redes sociais, muitos foram rápidos em baixar a nova música de West, lançada no final do desfile, como o principal destaque.

O rapper-estilista então entrou com uma camiseta e caminhou pelo casting de modelos com diversidade étnica para sorrir e posar.

Como praticamente tudo o que West se propõe a fazer, o desfile despertou controvérsia.

O tabloide britânico The Mirror informou que ele pediu que os modelos assinassem um contrato de US$ 10 milhões para que não discutissem com ele, Kim ou qualquer outro membro da família Kardashian, irritando alguns dos modelos.

O rapper também irritou alguns designers que disseram que sua programação de última hora era roubar a atenção de outros estilistas em seus desfiles.

O seleto grupo de expectadores foi convidado com camisetas camufladas embaladas a vácuo.

Para os outros mortais, o rapper anunciou que o desfile seria transmitido ao vivo em cinemas de 36 cidades ao redor do mundo, incluindo Inglaterra, Irlanda, Dinamarca, Paris, Frankfurt e Sydney.

Os fãs podiam se cadastrar online com apenas dois passos para assistir, o que os americanos, pelo menos, rapidamente aderiram.

O desfile desta quarta-feira foi um retorno de West às manchetes, que chamou atenção pela última vez em 30 de agosto ao anunciar uma improvável corrida à Casa Branca em 2020 nos prêmios de música da MTV.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo