Livros e HQs

Autor de "Millennium 4" diz que escreveu em estado "maníaco-depressivo"

Divulgação
Capa do livro "Millenium: A Garota na Teia de Aranha", de David Lagercrantz Imagem: Divulgação

De Estocolmo (Suécia)

26/08/2015 10h58

O sueco David Lagercrantz confessou nesta quarta-feira (26) que escreveu o quarto livro da série "Millenium", "A Garota na Teia de Aranha", que será lançado 11 anos depois da morte de seu criador, em um estado "maníaco-depressivo".

Na véspera do lançamento em 25 países, sob o olhar atento da editora Eva Gedin, Lagercrantz confessou diante de 30 jornalistas estrangeiros o medo que sentiu ao dar prosseguimento à obra de Stieg Larsson.

"Estava aterrorizado, eu dizia há muito tempo que era bipolar, em um estado latente, e acredito que foi uma coisa boa para escrever este livro", contou o autor, que deu continuidade à saga do jornalista Mikael Blomkvist e da hacker Lisbeth Salander, interrompida após a morte de Larsson.

"Não era a pessoa mais fácil para conviver porque estava pensando o tempo todo nisto. Tinha medo todos os dias de não estar à altura", admitiu o escritor, visivelmente ansioso a respeito da recepção do livro.

Larsson, autor da série, morreu de maneira repentina em 2004, vítima de um ataque cardíaco aos 50 anos.

Ele não conseguiu desfrutar o sucesso de sua série, que virou um fenômeno mundial, com quase 80 milhões de exemplares vendidos, e que inspirou duas adaptações para o cinema, uma na Suécia e outra em Hollywood.

"Os Homens que não Amavam as Mulheres", "A Menina que Brincava com Fogo" e "A Rainha do Castelo de Ar", a trilogia de Larsson, também fez muito sucesso no Brasil.

Em um cenário preparado para a ocasião, Lagercrantz destacou o "grande amor" que sente pela obra. "Eu sonho em ser Mikael Blomkvist. É um cara simpático, com bons valores", afirmou o autor.

Disputa de herdeiros

Na primeira fila, Erland Larsson, pai do escritor morto, acompanhou a entrevista coletiva de lançamento, alternando o olhar sério com momentos de interesse pelo projeto.

Erland e seu filho Joakim Larsson eram os herdeiros oficiais do escritor, enquanto sua companheira, Eva Gabrielsson, com quem viveu por 32 anos, se viu relegada ao segundo plano. Ela acusou o pai e o irmão de Stieg Larsson de má administração.

Há alguns meses, Gabrielsson, que nunca chegou a um acordo com a família Larsson, expressou as divergências com os negócios gerados pela série "Millenium".

"Alguém diz que os heróis devem seguir vivos, mas isto é bobagem, porque de fato a questão é o dinheiro. Há uma editora que precisa de dinheiro e um escritor que não tem nada para escrever, exceto uma cópia do que outros fazem", disse em uma entrevista à AFP.

Mistério sobre o lançamento

Segunda os herdeiros, o fato de poucas pessoas terem sido autorizadas a ler a obra antes do lançamento é algo muito bom.

"Eu o guardei na minha mesa por uma semana antes de abrir. Tinha medo. Mas quando comecei a ler, foi impossível parar", contou à AFP Joakim.

Para a editora Norstedts, Lagercrantz, especializado em esporte e conhecido por ter escrito a biografia do jogador de futebol Zlatan Ibrahimovic, era o candidato perfeito para escrever o livro.

"Esta foi a grande paixão da minha vida e agora vocês podem julgar se tive êxito ou não, mas Deus sabe que dei o máximo", afirmou.

Apesar de todo o mistério antes do lançamento da obra, que teve o conteúdo liberado apenas para um grupo reduzido de pessoas, nesta quarta-feira um quiosque da estação de Estocolmo tinha um exemplar, antes da editora autorizar a venda nas livrarias.

"Ficou à venda apenas por cinco minutos e parece que apenas um exemplar foi vendido", disse à AFP a porta-voz da Norstedts, Jessica Bab Bonde.

O lançamento mundial da obra terá 2,7 milhões de cópias, 500 mil delas apenas para o mercado dos Estados Unidos. No total, 41 editoras compraram os direitos do livro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Página Cinco
Página Cinco
AFP
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
DW
Página Cinco
Da Redação
Da Redação
Página Cinco
Roberto Sadovski
Página Cinco
EFE
Página Cinco
EFE
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Da Redação
BBC
BBC
Página Cinco
UOL Música
Página Cinco
do UOL
UOL Jogos
EFE
Página Cinco
AFP
Página Cinco
do UOL
UOL Jogos
EFE
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
AFP
Página Cinco
EFE
AFP
BBC
Página Cinco
UOL Jogos
UOL Jogos
Página Cinco
AFP
Página Cinco
do UOL
Topo