Entretenimento

Unesco leva para TPI destruição de mausoléus no Mali

18/07/2015 21h56

Bamako, 19 Jul 2015 (AFP) - A Unesco levou ao Tribunal Penal Internacional (TPI) a destruição dos mausoléus de Timbuktu por jihadistas durante sua ocupação do norte do Mali (2012-2013), anunciou neste sábado a diretora geral da instituição.

"Destruir um patrimônio cultural é considerado crime de guerra, segundo a Convenção de Haia", disse Irina Bokova, que chegou ontem ao Mali. Ela visitou neste sábado mausoléus reconstruídos em Timbuktu.

"Oito mausoléus foram reconstruídos, e o restante o será até o fim do ano", assinalou, durante uma entrevista coletiva em Bamako.

"Através da reconstrução dos mausoléus, podemos acompanhar os acordos de paz e recuperar a identidade da cidade", indicou a diretora, anunciando que também ajudaria a restaurar "outros tesouros do patrimônio cultural de Timbuktu", como manuscritos e mesquitas.

A Unesco já investiu 3 milhões de dólares dos 11 milhões previstos nos trabalhos de restauração, assinalou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo