Entretenimento

Redação da simbólica rádio sérvia B92 deixa de existir

10/07/2015 11h51

Belgrado, 10 Jul 2015 (AFP) - A redação da rádio B92, autêntico símbolo da resistência ao ex-dirigente da Sérvia Slobodan Milosevic, e do jornalismo independente, deixou de existir por decisão da direção, confirmaram nesta sexta-feira os interessados.

"Trata-se do último golpe desferido contra esta rádio que gradualmente perdeu sua identidade, ao longo dos anos que se seguiram à queda de Milosevic (em outubro de 2000)", declarou à AFP Biljana Vujasinovic, jornalista desta redação demitida na quinta-feira.

Vujasinovic declarou que, segundo as informações que ela dispõe, 13 membros da redação, jornalistas, técnicos de som e apresentadores, foram demitidos na quinta-feira ao meio-dia.

Já a direção da rede B92, privatizada no fim de 2010, se pronunciou em um breve comunicado no qual, sem confirmar as demissões, anunciou "inovações e modernização (...) da rádio que compreenderão, consequentemente, mudanças".

Desde o meio-dia de quinta-feira a rádio não emite nenhum boletim informativo, apenas música.

A rádio B92 foi criada em 1989, às vésperas de uma série de conflitos sangrentos que levaram ao desmantelamento da República da Iugoslávia nos anos 1990.

Seus jornalistas foram por mais de uma década uma fonte de informação preciosa e confiável e um contrapeso à propaganda dos meios de comunicação oficiais, que estavam sob o controle do dirigente Slobodan Milosevic.

Milosevic, cujo regime foi conhecido por suas pressões contra os jornalistas, morreu em 2006 na prisão do Tribunal Penal Internacional para a antiga Iugoslávia (TPII) em Haia, onde era julgado por genocídio e crimes de guerra durante o conflito iugoslavo.

Em 1998 a rádio B92, cujas ondas se abriram a opiniões diferentes como a dos líderes da oposição a Milosevic, obteve o prêmio "Free your mind" concedido pela rede MTV.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo