PUBLICIDADE
Topo

Cuba estreia conexão wi-fi de internet em 16 cidades

02/07/2015 20h09

Havana, 2 Jul 2015 (AFP) - Cuba estreou nesta quinta-feira conexões de internet wi-fi em praças de 16 cidades, uma novidade no país com pouco acesso à rede mundial, que em seu primeiro dia atraiu principalmente jovens internautas.

Cem pessoas conectadas principalmente com telefones celulares, usaram o novo sinal em La Rampa, no coração do popular Hotel Habana Libre, observou um jornalista da AFP.

Dezenas de jovens, com tablets e laptops, estavam sentados nas calçadas, paredes e bancadas improvisadas para aproveitar a internet gratuita.

A nova conexão sem fio, que é "muito rápida", segundo os internautas, custa dois dólares por hora, preço elevado em um país onde o salário médio é de 20 dólares (cerca de R$ 60 reais) por mês, mas inferior ao praticado pelas lan-houses públicas, 4,5 dólares.

Para usar o sinal wi-fi é preciso abrir uma conta no monopólio estatal de telecomunicações Etecsa.

No total, existem 35 pontos de acesso wi-fi em 16 cidades da ilha - as 15 capitais provinciais, além da Ilha da Juventude - que se somam às 150 lan-houses públicas.

Esse tipo de conexão é nova para os cubanos, mas em outros países é generalizada, até mesmo de graça.

Apenas 3,4% dos lares cubanos tinham acesso à Internet em 2013, um dos valores mais baixos do mundo, de acordo com a União Internacional de Telecomunicações.

Só têm internet em suas casas um número de profissionais cubanos autorizados como médicos, jornalistas e acadêmicos, bem como os residentes estrangeiros.