PUBLICIDADE
Topo

Rancho Neverland é colocado à venda por 100 milhões de dólares

29/05/2015 20h08

Washington, 29 Mai 2015 (AFP) - O enorme rancho do rei do pop Michael Jackson na Califórnia, Neverland, que abriga um parque de diversões, foi colocado à venda por 100 milhões de dólares, noticiou nesta sexta-feira o periódico The Wall Street Journal.

O cantor transformou essa propriedade em sua casa dos sonhos, com um parque de diversões, um zoológico, um palco ao ar livre e até uma ferrovia para se locomover pelos 1.000 hectares da propriedade.

Jackson viveu 15 anos nesse complexo de 22 edifícios no vale de Santa Ynez, mais de duas horas ao norte de Los Angeles, onde compôs canções famosas e passou vários dias desfrutando de suas atrações com centenas de crianças convidadas.

O músico comprou o rancho em 1987 por 19,5 milhões de dólares de William Bone, um empresário que fez fortuna construindo campos de golfe.

Em seguida o rebatizou de "Neverland" (Terra do Nunca em português), em alusão à ilha imaginária onde as crianças não crescem do romance "Peter Pan", do escritor J.M. Barrie.

O bucólico lugar, entretanto, transformou-se em um grande pesadelo para o cantor.

Após muitos rumores, Jackson foi detido em 2003 por supostamente ter abusado de menores. A propriedade virou alvo, então, de investigações da polícia.

O artista foi absolvido em 2005, após ter sofrido um julgamento midiático, e nunca mais voltou a "Neverland".

Mergulhado em dívidas - durante o processo, ele teria gasto entre 20 e 30 milhões de dólares a mais do que ganhava -, Jackson finalmente vendeu o rancho em 2008 à empresa Colony Capital por 23 milhões de dólares.

A empresa remodelou a propriedade e recuperou seu nome original, "Sycamore Valley Ranch", para colocá-lo no mercado, segundo o The Wall Street Journal.

De acordo com o jornal americano, as atrações foram retiradas e os animais, levados a outros lugares, com exceção de uma lhama.

A via férrea e a estação de trem continuam intactas, assim como o famoso relógio floral, as quadras de basquete e tênis e a piscina.

Os fãs do cantor que pretendam se passar por possíveis compradores para aproveitar a visita e descobrir os segredos de "Neverland" terão dificuldades.

"Não vamos fazer visitas guiadas", afirmou ao jornal Suzanne Perkins, da imobiliária Sotheby's, que gerencia a venda com o Hilton & Highland.