PUBLICIDADE
Topo

Cuba recebe exposição com 100 obras de museu do Bronx

De Havana

19/05/2015 11h26

O Museu Nacional de Cuba recebe a maior mostra estrangeira de todos os tempos, uma exposição com cem peças de 54 artistas do Museu do Bronx, que abrirá suas portas na quinta-feira (21), informou a imprensa local.

A abertura da exposição coincide com as negociações oficiais entre Cuba e Estados Unidos, que devem resolver os últimos obstáculos para o restabelecimento das relações e a abertura de embaixadas.

Corina Matamoros, especialista curadora do Museu Nacional de Belas Artes, disse à Agência de Informação Nacional (AIN) que se trata do "maior intercâmbio entre museus que o MNBA realizou com uma instituição estrangeira".

"Fará com que os cubanos apreciem uma zona de arte contemporânea americana, de primeira qualidade, praticamente inédita para o público cubano" devido, entre outras razões, ao embargo que Washington mantém sobre a ilha desde 1962.

A conhecida Bandera Afronorteamericana, do artista David Hammons, de vários metros, será colocada na fachada do edifício de Arte Universal, um dos dois da instituição, localizado em frente ao Capitólio Nacional, atualmente em reforma, para acolher novamente o Parlamento, depois de várias décadas dedicada a outros destinos.

Matamoros explicou que esta colaboração entre os dois museus inclui, para 2016, uma exposição em Nova York, também definida com "enorme" pela imprensa, com uma centena de peças cubanas do acervo do MNBA, especialmente arte das décadas de 60, 70 e 80 do século passado.

Esta relação institucional também inclui programas educacionais, curadorias conjuntas e a publicação de uma revista produzida por adolescentes de Havana e Nova York.