PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Recorde de US$ 50,56 milhões para um Mondrian em leilão

A obra de Mondrian "Composição No. III, com vermelho, azul, amarelo e preto" - Justin Tallis/AFP Photo
A obra de Mondrian "Composição No. III, com vermelho, azul, amarelo e preto" Imagem: Justin Tallis/AFP Photo

Nova York, EUA

14/05/2015 20h59

Uma pintura abstrata de Piet Mondrian foi vendida nesta quinta-feira pelo 50,56 milhões de dólares em um leilão de arte impressionista e moderna na Christie's, em Nova York, estabelecendo um recorde para o artista holandês.

"Composição No. III, com vermelho, azul, amarelo e preto", pintado em 1929, foi arrematado pelo dobro do valor estimado pela tradicional casa de leilões - 25 milhões de dólares. O recorde para um Mondrian era mais de 27,59 milhões de dólares e datava de 2009.

A tela apresenta um fundo branco perfurado por linhas pretas verticais e horizontais, formando retângulos, alguns deles pintados em vermelho, amarelo e azul.

O recorde para o Mondrian faz parte de uma semana de preços extraordinários nos leilões de arte da primavera em Nova York.

Na segunda-feira, "Les femmes d'Algiers", do mestre espanhol Pablo Picasso, quebrou o recorde mundial de pintura mais cara vendida em leilão, atingindo 179,3 milhões de dólares na Christie's.

Naquela mesma noite, "L'homme au doigt", do suíço Alberto Giacometti, tornou-se a escultura mais cara já vendida em um leilão público com um preço de 141,28 milhões de dólares.

Na quarta-feira, uma pintura do norte-americano Mark Rothko foi leiloada por quase 82 milhões de dólares, também na Christie's.

Entretenimento