Entretenimento

Museu do nazismo é inaugurado em Munique, berço do nacional-socialismo

30/04/2015 10h05

Munique, Alemanha, 30 Abr 2015 (AFP) - Um museu dedicado à história do nazismo abriu suas portas nesta quinta-feira em Munique (sul da Alemanha), a cidade que foi berço do movimento e que durante muito tempo teve dificuldades para enfrentar seu passado.

A inauguração coincide com o 70º aniversário da chegada à capital bávara das tropas americanas e com o suicídio de Adolf Hitler em um bunker em Berlim, em 1945, poucos dias antes do fim da Segunda Guerra Mundial.

Veteranos americanos e sobreviventes do Holocausto participarão durante a tarde, junto a personalidades políticas, como a ministra federal de Cultura, Monika Grutters, da cerimônia organizada no edifício, um cubo branco com finas aberturas de vidro, erguido no coração do antigo centro nervoso do poder nazista.

Para o diretor da instituição, Winfried Nerdinger, filho de um membro da resistência local, é evidente que Munique demorou para encarar de frente um passado sobre o qual preferia manter silêncio.

"Para Munique, foi mais difícil que para outras cidades da Alemanha, porque também está mais marcada que qualquer outra cidade", afirmou. "Aqui tudo começou".

Para Nerdinger, o principal objetivo deste Centro de Documentação sobre a História do Nacional Socialismo é mostrar como Munique, orgulhosa de se apresentar como uma terra de tolerância e amor pela cultura, viu seu espírito se desvanecer sob o movimento nazista.

A exposição permanente apresenta fotografias e vídeos que retratam a época, desde as grandiosas manifestações militares até a destruição da cidade pelos bombardeios aliados.

Nerdinger não quis, no entanto, expor uniformes nazistas ou os gigantescos estandartes nazistas com suásticas para evitar exaltar a estética nazista.

Em seu lugar, o visitante encontrará objetos cheios de simbolismo, como o soneto rabiscado à mão e encontrado, manchado de sangue, no bolso do resistente Albrecht Haushofer, executado pouco antes do fim da guerra.



O mago Hitler

O Partido Operário Alemão (DAP) foi fundado em uma cervejaria de Munique em 1919 e Hitler se uniu a ele pouco depois. Convertido em Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP) em 1920, acolheu desde o início simpatizantes nacionalistas, beneficiando-se do processo contra Hitler por alta traição, após seu primeiro golpe de Estado frustrado em 1923.

A influência combinada da crise econômica e dos temores à ameaça comunista fez de Munique um "reduto do sentimento reacionário", declarou o escritor Thomas Mann em 1926.

Em 1930, os nazistas estabeleceram em Munique seu quartel-general, a Casa Marrom, no mesmo local onde hoje se encontra o museu.

E a cidade foi essencial para colocar em andamento o sistema de campos de concentração, com a abertura de Dachau, primeiro campo e modelo para os demais, a poucos quilômetros da capital bávara.

"As pessoas sempre me perguntam: 'Como as pessoas podiam pensar assim na época? Como puderam chegar a tais extremos?' E eu devo dizer: 'Hitler tinha muito sucesso, era como um mago'", explicou à AFP Edgar Feuchtwanger, um nonagenário judeu originário de Munique que vive na Grã-Bretanha.

A chanceler Angela Merkel participará na quarta-feira da celebração no museu dos 70 anos da libertação do campo. Suas portas serão abertas ao público nesta sexta-feira, 1º de maio.

dlc-elr/fjb/mf/aoc/pc/ma

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo