Entretenimento

Google diz o que é "in" e "out" em sua primeira análise de moda

27/04/2015 17h04

Washington, 27 Abr 2015 (AFP) - As saias de tule são o máximo. As calças de moletom, o que há de mais "in". Já o short que vai até a cintura está fora de cogitação, a julgar pela primeira análise do Google com base em suas pesquisas.

Em seu informe sobre tendências da moda, o Google analisou bilhões de buscas de 2009 até hoje para fornecer uma análise do que é descolado e o que está fora de moda.

Por exemplo, as pesquisas sobre saias de tule aumentaram 34% entre janeiro de 2014 e 2015, de acordo com o relatório.

"Quem disse que você precisa ser uma bailarina para vestir uma saia de tule?", dizem no blog da companhia o estrategista do Google Yarden Horwitz e o analista de dados de moda Olivier Zimmer.

"Esta moda começou na Costa Oeste (dos Estados Unidos) e de lá se espalhou por todo o país, pelo o que indicam as buscas do Google. Os consumidores procuram essa saia em todos os tons do arco-íris, mas as mais populares são nas cores clássicas: preto e branco".

O Google, ao calcular o número de pesquisas sobre moda e relacioná-lo ao local elas são feitas dá uma ideia sobre os movimentos de tendências.

Por exemplo, a saia mídi - ampla e um pouco abaixo dos joelhos: não chega a ser longa, e definitivamente não é mini - teve um retorno triunfal no mercado do Reino Unido desde 2013.

"As pesquisas por essa saia aumentaram nove vezes nos últimos três anos, e ainda está em sua fase inicial de crescimento no mercado dos EUA", disseram os autores do estudo no blog.

As calças de moletom, ou 'joggings', é uma das tendências que mais causam frenesi, e isso vale para todos.

"Vemos buscas por 'joggings' para homens, mulheres, crianças e até bebês, indicando que essa peça de vestuário básico tem um enorme apelo de massa", acrescentaram.

As pessoas parecem interessadas em todos os tipos de 'joggings', segundo o Google, mas as mais procuradas são aquelas que vêm decoradas com emojis, aqueles desenhos usados para conversar em aparelhos celulares.

Em geral, as pesquisas por 'joggings' aumentaram 165% em 2014, informou o Google, enquanto as buscas por calças de moletom com emojis tiveram um surpreendente aumento de 58.000%.

Em vez disso, os shorts que se encaixam na cintura tornaram-se uma aberração que deve ser deixada de fora do armário: tiveram 42% menos pesquisas em 2014.

Outros itens que vão sair de moda são o "vintage" ou roupas vintage, biquínis que são amarrados com tiras e vestidos peplum, decorados com babados na cintura ou quadril.

No campo do jeans, cresceram as pesquisas por calça jeans motociclista (confortáveis), as "boyfriend jeans" (folgadas), jeans rasgados e boca-de-sino. Assim como os shorts, as calças de cintura alta também amargaram um certo ostracismo nas pesquisas.

Mas o que está na moda também está relacionado às temporadas de desfiles: de acordo com o Google, entre as tendências dessa primavera (no henisfério norte) estão vestidos brancos com rendas, biquínis de cintura alta, macaquinhos, vestidos soltinhos e o macacão de ginástica.

Como se vê, a tendência é escolher uma só peça. Quanto às calças skinny ou muito apertadas, camisetas com mensagens pessoais e vestidos com espartilho: estão fora.

Outras estrelas em desgraça são a moda unissex, os jeans dos anos 90 e roupas-lenço, um híbrido que teve seus 15 minutos de fama mas rapidamente apareceu nas prateleiras de liquidação.





rl/sg/lm/yow/mm/cc

GOOGLE

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo