Topo

Entretenimento

Escritor Murakami defende que Japão peça perdão pela 2ª Guerra Mundial

Divulgação
HARUKI MURAKAMI Imagem: Divulgação

De Tóquio

17/04/2015 09h54

O Japão tem de voltar a pedir perdão à China, à Coreia e a outros países vizinhos que foram invadidos no século 20 até que as vítimas considerem que receberam pedidos de desculpas suficientes, declarou o romancista Haruki Murakami.

"A compreensão do fato histórico tem um grande significado e acho que é importante que o Japão se desculpe sinceramente", afirmou em entrevista à agência de notícias Kyodo News.

Ele também comentou que o Japão "não deve ter vergonha de pedir perdão".

Murakami é um dos escritores mais conhecidos do Japão e tem seu nome frequentemente cogitado para o Nobel de Literatura. O autor sempre se mostrou crítico de seu país pelas responsabilidades durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

As declarações do escritor acontecem em um momento em que se espera que o primeiro-ministro Shinzo Abe discurse nas comemorações do fim da Segunda Guerra Mundial. Há expectativas em que o provável discurso faça referência ao conceito de "colonialismo" e utilizada a palavra "perdão".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento