Topo

Entretenimento

Policial afegão que matou fotógrafa da AP condenado a 20 anos de prisão

30/03/2015 12h04



Hong Kong, 30 Mar 2015 (AFP) - O policial afegão que disparou e matou uma fotógrafa alemã da agência de notícias americana Associated Press (AP) em abril de 2014 foi condenado a 20 anos de prisão, anunciou nesta segunda-feira o presidente da agência, Gary Pruitt.

Anja Niedringhaus, de 48 anos, e sua colega Kathy Gannon faziam uma reportagem sobre o envio de material eleitoral aos centros de votação quando um policial abriu fogo contra eles gritando "Alá é grande", segundo testemunhas.

Gannon, de 60 anos no momento dos fatos, ficou gravemente ferida.

O policial foi condenado à pena de morte em primeira instâncias, mas recorreu da sentença e teve a pena reduzida a 20 anos de prisão, acrescentou Pruitt, que luta para que o assassinato de jornalistas em zonas de conflito seja declarado crime de guerra.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento