Topo

Entretenimento

Álbum chinês da dinastia Ming é leiloado por US$ 14 milhões

19/03/2015 22h20



Nova York, 20 Mar 2015 (AFP) - Um álbum de caligrafia de 600 anos, que remonta à dinastia Ming, foi vendido por 14 milhões de dólares em Nova York nesta quinta-feira, um recorde para uma pintura chinesa vendida fora da Ásia - anunciou a casa de leilões Sotheby's.

O magnata chinês Liu Yiqian venceu o disputado leilão deste álbum, cujo valor inicial foi estimado entre 100.000 e 150.000 dólares.

A fortuna pessoal deste ex-motorista de táxi que virou empresário e é um dos maiores colecionadores de arte chinesa é avaliada em 1,37 bilhão de dólares pela revista Forbes.

O álbum, um sutra que consiste em 39 folhas, provém de uma grande coleção japonesa e todas as obras semelhantes conhecidas já estão em mãos chinesas.

Liu Yiqian, 51 anos, pagou US$ 36 milhões em 2014 por um pequeno copo de vinho branco da Dinastia Ming, quebrando o recorde mundial para uma porcelana chinesa.

Mais Entretenimento