Entretenimento

Álbum chinês da dinastia Ming é leiloado por US$ 14 milhões

19/03/2015 22h20



Nova York, 20 Mar 2015 (AFP) - Um álbum de caligrafia de 600 anos, que remonta à dinastia Ming, foi vendido por 14 milhões de dólares em Nova York nesta quinta-feira, um recorde para uma pintura chinesa vendida fora da Ásia - anunciou a casa de leilões Sotheby's.

O magnata chinês Liu Yiqian venceu o disputado leilão deste álbum, cujo valor inicial foi estimado entre 100.000 e 150.000 dólares.

A fortuna pessoal deste ex-motorista de táxi que virou empresário e é um dos maiores colecionadores de arte chinesa é avaliada em 1,37 bilhão de dólares pela revista Forbes.

O álbum, um sutra que consiste em 39 folhas, provém de uma grande coleção japonesa e todas as obras semelhantes conhecidas já estão em mãos chinesas.

Liu Yiqian, 51 anos, pagou US$ 36 milhões em 2014 por um pequeno copo de vinho branco da Dinastia Ming, quebrando o recorde mundial para uma porcelana chinesa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo