Entretenimento

Morre o grande produtor George Martin, o 'quinto Beatle'

09/03/2015 15h11

Londres, 9 Mar 2016 (AFP) - O produtor musical britânico George Martin, considerado o "quinto Beatle" por seu papel chave na carreira musical dos Beatles, faleceu aos 90 anos, anunciou nesta quarta-feira o baterista do grupo, Ringo Starr.

"Que Deus abençoe George Martin, paz e amor para Judy e sua família", escreveu Ringo Starr, de 75 anos, em uma mensagem divulgada em sua conta no Twitter.

"Vamos sentir falta de George", acrescenta a mensagem assinada por Ringo e sua esposa Barbara, que também inclui uma foto dos Beatles com George Martin.

Segundo declarações de seu empresário, Adam Sharp, Martin morreu em sua casa na noite de terça-feira, presumivelmente em Londres, algo que não foi confirmado.

O quarteto de cordas de "Yesterday" ou o piano de "In My Life"George Martin nasceu em 1926 no norte de Londres. Filho de um carpinteiro, Martin estudou na prestigiada escola de música de Ghildhall e tocava oboé nos clubes noturnos.

Depois trabalhou na BBC até 1955, quando aos 29 anos foi nomeado diretor da Parlophone.

Martin produziu todos os discos dos Beatles, exceto o último, "Let It Be', no qual Phil Spector assumiu o papel, e algumas canções.

A formação musical clássica de Martin, um homem de origem humilde que adquiriu um ar aristocrático na Marinha, foi palpável no som da banda de Liverpool, mais na fase psicodélica dos Beatles.

O quarteto de cordas em "Yesterday" foi ideia de Martin, assim como a aceleração do ritmo de "Please, Please Me".

Além disso, Martin tocou em várias canções do grupo, como o piano em "In My Life". Embora John Lennon tenha minimizado por vezes o papel do produtor, Martin acreditava que sem ele os Beatles teriam apresentado um som diferente.

"Sem meus instrumentos e meus arranjos, a maioria dos discos não teriam soado como o fizeram. Se teriam sido melhores, não sei. Não é modéstia de minha parte, tento traçar uma imagem factual da relação" com os Beatles, disse Martin em certa ocasião.

Os Beatles começaram a trabalhar com George Martin em junho de 1962, quando o empresário do grupo, Brian Espstein, seu descobridor, assinou um contrato com a gravadora Emi-Parlophone.

George Martin, diretor da Emi-Parlophone, teve um papel decisivo na integração de Ringo no grupo substituindo o baterista Pete Best.

Um grupo de sucessoGeorge Martin contava que sentiu o enorme potencial dos Beatles desde o primeiro contato, em 1962.

"Gostei de seu aspecto único e estava convencido de que tínhamos um grupo de sucesso", declarou em uma entrevista à revista Melody Maker.

O primeiro single da banda, "Love Me Do", que ocupou a quarta posição da lista de sucessos em outubro de 1962, "era bastante ruim, mas era o melhor que podíamos oferecer", havia contado.

"Love Me Do" foi seguido por "Please Please Me", que alcançou a segunda posição, e por "From Me To You", em abril de 1963, que ocupou o primeiro lugar nas listas de sucesso.

Depois que a banda se separou, George Martin criou a Air Studios na ilha caribenha de Montserrat, que precisou fechar em 1989 devido aos danos sofridos pelo furacão Hugo.

Posteriormente trabalhou com outros artistas, como Bob Dylan, Sting e Elton John.

Também gravou dois discos do ex-Beatle Paul McCartney, "Tug of War" e "Pipes of Peace".

Continuou compondo e trabalhando com organizações beneficentes de música até sua morte.

Martin teve dois filhos, Alexis e Gregory, com sua primeira esposa, Sheena Chisolm, e outros dois filhos, Lucie e Giles, com sua segunda esposa, Judy Lockhart-Smith.

Paul, Cameron e KravitzLogo depois do anúncio da morte de Martin, as mensagens de pêsames começaram a chegar.

Paul McCartney lamentou em seu site a morte do ex-produtor do grupo, afirmando que ele foi como um pai e que "se alguém mereceu o título de 'quinto Beatle era ele'".

"Tenho lembranças maravilhosas deste grande homem que sempre estarão comigo. Foi um autêntico cavalheiro e um segundo pai para mim", escreveu McCartney.

"As lendas estão voltando para casa", escreveu Lenny Kravitz em referência a Martin, um "produtor visionário".

"Sir George Martin era um gigante da música - junto aos Fab Four criou a música pop mais duradoura do mundo", escreveu no Twitter o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

"Descanse em paz, George Martin. Estou tão chateado que não tenho palavras", escreveu Sean Lennon sob uma foto de George Martin no Instagram.

"Penso em Judy e Gile. Meu amor para sempre", acrescentou o filho de John Lennon.

dt-al.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo