Entretenimento

Ministro francês pede ação contra recrutamento jihadista na internet

19/02/2015 17h57

Washington, 19 Fev 2015 (AFP) - O ministro francês do Interior Bernard Cezeneuve pediu nesta quinta-feira "melhorar a coordenação na luta contra a propaganda terrorista e o recrutamento na Internet" ao intervir em Washington na cúpula internacional contra a violência extremista.

Cezeneuve irá nesta sexta-feira a São Francisco para se reunir com os responsáveis do Google, Facebook e Twitter para pedir-lhes colaboração contra a propaganda jihadista que inunda as redes.

"Hoje, o terrorismo é difundido e de livre acesso", lamentou o ministro francês, que pediu "operadores coletivos" na internet.

Diante dos 60 países representados no último dia da cúpula internacional contra a violência extremista organizada pela Casa Branca, o ministro se mostrou a favor de uma maior harmonia a nível internacional da "legislação que permite retirar conteúdos ilegais" na rede.

Autoridades de diferentes países alertaram que a organização jihadista Estado Islâmico faz um forte uso das redes sociais para captar adeptos e difundir suas ações, especialmente com vídeos que mostram suas execuções por decapitação e armas de fogo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo