Topo

Entretenimento

Escritor David Grossman retira candidatura a Prêmio Israel

12/02/2015 19h42

Jerusalém, 12 Fev 2015 (AFP) - O escritor israelense David Grossman anunciou nesta quinta-feira que retira sua candidatura ao respeitado Prêmio Israel, depois da decisão do premiê Benjamin Netanyahu de afastar do júri os membros mais críticos da política israelense, segundo a TV local.

O primeiro-ministro desqualificou esta semana três membros do júri do Prêmio Israel, o mais importante prêmio cultural do país, acusando em sua página no Facebook o comitê de seleção de ter "nomeado nos últimos anos cada vez mais extremistas e antissionistas".

"Esta situação, que facilita a um pequeno grupo com posições extremistas controlar as indicações aos prêmios Israel, deve mudar", acrescentou o primeiro-ministro Netanyahu que, como ministro da Educação interino, tem poder decisório sobre a composição do júri.

Depois do afastamento dos três membros do júri, os professores de literatura Avner Holtzman e Ariel Hirschfeld e o produtor Haim Sharir, vários escritores candidatos, entre eles David Grossman, anunciaram que boicotariam o Prêmio.

"Tomei esta decisão em resposta à campanha de intimidação do primeiro-ministro a alguns dos melhores cientistas e artistas israelenses", anunciou Grossman a uma jornalista da emissora de TV Segunda.

Grossman é uma das grandes personalidades da literatura israelense.

O Prêmio Israel, concedido anualmente a indivíduos ou grupos que se destacaram na literatura, nas ciências ou nas artes, é considerado uma das maiores honrarias concedidas pelo Estado hebreu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento