PUBLICIDADE
Topo

Nicarágua descobre mais de 15 mil peças pré-colombianas

05/02/2015 01h25

Manágua, 5 Fev 2015 (AFP) - A Nicarágua recuperou mais de 15 mil peças arqueológicas pré-colombianas durante os estudos de impacto ambiental feitos pela concessionária chinesa HKND na estrada projetada para abrir um Canal Interoceânico - informaram fontes oficiais nesta quarta-feira.

"Os recursos arqueológicos encontrados mostram a antiguidade das raízes da nossa sociedade, abarcando um período de pelo menos 2.000 anos", afirmou a diretora do Instituto Nicaraguense de Cultura (INC), Vilma de la Rocha, durante a apresentação da descoberta no Palácio da Cultura, em Manágua.

Entre as peças, há mais de 14 mil cerâmicas e mil objetos e ferramentas pré-colombianas.

A investigação arqueológica faz parte dos estudos de impacto ambiental realizados pela empresa britânica Environmental Resource Management (ERM) para a empresa chinesa HKND. As conclusões serão apresentadas entre março e abril próximo.

Em junho de 2013, o governo outorgou à concessionária HK Nicaragua Development Invesment (HKND) os direitos exclusivos para construir e operar durante 100 anos um canal de 278 km de extensão.

As obras começarão em dezembro com a construção das primeiras estradas de acesso no Pacífico Sul. O canal atravessará o Lago Cocibolca (sul), a maior fonte de água doce da América Central.