Entretenimento

Autoridades revistam instalações da agência de notícias russa TASS

ADRIAN DENNIS/AFP
Caricatura que faz parte da exposição "Bonaparte e os britânicos" no Museu Britânico em Londros Imagem: ADRIAN DENNIS/AFP

05/02/2015 09h57

Moscou, 5 Fev 2016 (AFP) - As instalações da agência de notícias estatal TASS estão sendo alvo de uma revista das autoridades nesta sexta-feira, anunciou um porta-voz da agência.

"Há revistas em curso relacionadas com um dos colaboradores da agência. Estão vinculadas a seu local anterior de trabalho e não têm a ver com a TASS", informou à AFP a porta-voz Ekaterina Titova.

Mais antiga agência de notícias russa e fundada em 1904, TASS tem mais de 1.500 funcionários na Rússia e no exterior onde está presente em 63 países, incluindo na Coreia do Norte, um dos Estados mais reclusos do mundo.

De acordo com a imprensa russa, a agência, que celebrou com grande pompa o seu 110º aniversário em setembro passado, enfrenta atualmente sérias dificuldades relacionadas com o pagamento de salários em seus escritórios no exterior por causa da queda do rublo.

Ela anunciou em janeiro a supressão de 25% da sua força de trabalho este ano por causa da crise econômica.

A agência "TASS", ou "Agência Telegráfica da União Soviética" desde 1925, foi rebatizada como agência telegráfica russa ITAR-TASS em 1992, um ano após a queda da URSS. Ela voltou em 2014 a ser TASS.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo