Topo

Entretenimento

França proíbe que menores de 18 anos vejam polêmico filme "Salafistas"

27/01/2015 17h37

Paris, 27 Jan 2016 (AFP) - O documentário "Salafistas", que estreia esta quarta-feira na França e contém imagens de violência do islamismo radical, foi proibido para menores de 18 anos, anunciou o ministério da Cultura.

Os cineastas François Margolin e Lemine Ould Salem apresentaram uma nova versão do filme à comissão de classificação etária do Centro Nacional de Cinema (CNC), que já havia se pronunciado inicialmente a favor da proibição para menores de idade.

A versão inicial do filme continha em particular imagens não "borradas" da execução à queima-roupa do policial Ahmed Merabet, vítima dos autores da matança na redação da revista Charlie.

"Salafistas" mergulha no mundo islamita mais radical no Mali, Mauritânia e Tunísia, sem narração ou comentários.

O discurso dos islamitas é cruel e o documentário inclui fragmentos de vídeos de propaganda do Estado Islâmico.

Sua apresentação no Festival de Biarritz levantou polêmica porque foi considerado uma apologia ao terrorismo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento