Entretenimento

França proíbe que menores de 18 anos vejam polêmico filme "Salafistas"

27/01/2015 17h37

Paris, 27 Jan 2016 (AFP) - O documentário "Salafistas", que estreia esta quarta-feira na França e contém imagens de violência do islamismo radical, foi proibido para menores de 18 anos, anunciou o ministério da Cultura.

Os cineastas François Margolin e Lemine Ould Salem apresentaram uma nova versão do filme à comissão de classificação etária do Centro Nacional de Cinema (CNC), que já havia se pronunciado inicialmente a favor da proibição para menores de idade.

A versão inicial do filme continha em particular imagens não "borradas" da execução à queima-roupa do policial Ahmed Merabet, vítima dos autores da matança na redação da revista Charlie.

"Salafistas" mergulha no mundo islamita mais radical no Mali, Mauritânia e Tunísia, sem narração ou comentários.

O discurso dos islamitas é cruel e o documentário inclui fragmentos de vídeos de propaganda do Estado Islâmico.

Sua apresentação no Festival de Biarritz levantou polêmica porque foi considerado uma apologia ao terrorismo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo