Entretenimento

Obama quer novas regras para uma 'internet livre e aberta'

10/11/2014 14h55

WASHINGTON, 10 Nov 2014 (AFP) - O presidente americano, Barack Obama, defendeu nesta segunda-feira novas normas em prol de uma "internet livre e aberta" e expressou seu apoio a uma política de "neutralidade da rede".

A proposta do presidente visa a rechaçar alguns acordos nos quais os provedores de conteúdo, como o Netflix, precisam pagar quantias enormes aos operadores de cabo para obter uma conexão mais rápida para seus clientes.

Em um comunicado e um vídeo difundidos na segunda-feira pela Casa Branca, enquanto Obama faz um giro pela Ásia, o presidente insta ao organismo regulador das telecomunicações nos Estados Unidos (FCC) que aprove as regulamentações mais neutras possíveis nesta questão e que trate a provisão de acesso à internet de alta velocidade como um serviço público a mais, de forma similar às companhias de telefonia e eletricidade.

"Não podemos permitir aos provedores de acesso à internet que limitem o melhor acesso (à rede) ou que elejam os ganhadores e perdedores no mercado online para serviços e ideias", destacou Obama no comunicado.

A polêmica sobre a neutralidade da internet foi retomada no país a partir de uma proposta controversa, aprovada em maio pelo FCC, que abre uma porta, em troca do pagamento de uma tarifa, a linhas de acesso à internet mais rápida para alguns sites.

Mais de uma centena de grupos do setor tecnológico, entre eles Microsoft, Google e Facebook, se opuseram publicamente a esta proposta, e denunciaram em uma carta conjunta "uma grave ameaça à internet".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo